15 Exemplos de
Matéria orgânica e inorgânica

Tudo à nossa volta pode ser classificado como matéria orgânica ou inorgânica.

  • Matéria orgânica. É definida por ser formada por moléculas orgânicas, que são aquelas cuja estrutura principal está baseada no carbono, que forma ligações carbono-hidrogênio ou carbono-carbono. Por exemplo: papel, amido, leite. Isto significa que os átomos de carbono estão ligados a um ou mais átomos de hidrogênio, ou que dois ou mais átomos de carbono estão ligados entre si. As moléculas orgânicas também podem conter átomos de outros elementos como oxigênio, enxofre, fósforo, nitrogênio, entre outros.
  • Matéria inorgânica. É aquela cujos compostos químicos não têm sua estrutura baseada em ligações carbono-carbono. Por exemplo: vidro, água destilada, potássio. Isto não significa que não existam compostos inorgânicos que contenham carbono.

Características da matéria orgânica

  • Está presente em todos os seres vivos: plantas, bactérias, animais, etc.
  • As moléculas orgânicas, além de conter principalmente átomos de carbono, são compostas por oxigênio, nitrogênio, enxofre, fósforo, boro e halogênio.
  • Podem existir moléculas orgânicas naturais, que são originadas pelos organismos vivos ou por processos na natureza, ou moléculas orgânicas artificiais, criadas pelo homem.
  • A matéria orgânica que faz parte dos seres vivos é composta em sua maioria por biomoléculas e podem ser classificadas em:
    • Carboidratos. São compostos principalmente por carbono, oxigênio e hidrogênio, embora alguns contenham nitrogênio, enxofre e fósforo. São também chamados de açúcares.
    • Lipídios. São compostos principalmente de carbono e hidrogênio, em menor quantidade oxigênio e em alguns casos fósforo, enxofre e nitrogênio. São insolúveis em água (hidrófobos), mas solúveis em solventes orgânicos.
    • Proteínas. São formadas por aminoácidos (moléculas orgânicas compostas por um grupo amino (-NH2) em uma extremidade e um grupo carboxil (-COOH) na outra), conectados por ligações peptídicas (ligação entre o grupo amino de um aminoácido e o grupo carboxilo de outro aminoácido).
    • Ácidos nucleicos. São polímeros formados por unidades chamadas nucleotídeos (moléculas formadas por uma ligação covalente entre um nucleosídeo — base nitrogenada e uma pentose — e um grupo fosfato (PO43-)). São as substâncias que armazenam a informação genética dos seres vivos.
    • Moléculas pequenas. Por exemplo, os hormônios e os alcaloides.
  • A matéria orgânica de origem natural, mas que não faz parte dos seres vivos corresponde àquelas substâncias que se encontram fora dos organismos vivos e não fazem parte deles. Por exemplo, o petróleo.
  • A matéria orgânica de origem sintética é a criada pelos seres humanos a partir de substâncias inorgânicas graças à síntese de Wöhler.
  • A matéria orgânica é grande parte do alimento de todos os organismos heterótrofos.

Características da matéria inorgânica

  • Nos poucos casos em que contém carbono, não forma ligações carbono-hidrogênio nem carbono-carbono como a estrutura principal das suas moléculas.
  • É composta por átomos de uma maior variedade de elementos que a matéria orgânica.
  • Ao contrário da matéria orgânica, os seus compostos não são geralmente formados por ligações covalentes (compartimento de elétrons). Os compostos inorgânicos apresentam em sua maioria ligações iônicas ou ligações metálicas.
  • A matéria inorgânica pode ser classificada em:
    • Compostos binários. São compostos formados por átomos de dois elementos químicos. Por exemplo: óxidos metálicos (óxido de ferro (III), Fe2O3), anidridos (anidrido carbônico ou dióxido de carbono, CO2), peróxidos (peróxido de hidrogênio, H2O2), hidretos metálicos (hidreto de sódio, NaH), hidretos voláteis (amônia, NH3), hidreto (ácido clorídrico, (HCl(ac)), sais binários (cloreto de sódio, NaCl).
    • Compostos ternários. São compostos formados por átomos de três elementos químicos. Por exemplo: hidróxidos (hidróxido de sódio, NaOH), oxoácidos (ácido sulfúrico, H2SO4), oxissais (sulfato de magnésio, MgSO4).
  • Os organismos autótrofos utilizam matéria inorgânica para produzir substâncias orgânicas.

À nossa volta, a matéria orgânica e a inorgânica raramente estão separadas. Por exemplo, uma pedra é feita de matéria orgânica, mas sobre ela podem existir múltiplos organismos como musgo, fungos ou pequenos insetos. Os vidros são feitos de matéria inorgânica, mas podem estar cobertos de pequenas bactérias, que são seres vivos e, portanto, são matéria orgânica. Nós podemos deixar restos orgânicos de nossa pele sobre qualquer superfície.

Embora nosso corpo seja feito principalmente de matéria orgânica (já que todos os tecidos e órgãos são formados por ela), existem muitos sais e minerais (compostos inorgânicos) que precisamos além da água.

Exemplos de matéria orgânica

  1. Açúcar. Apesar de parecer muito semelhante ao sal grosso (substância inorgânica), o açúcar difere por uma característica essencial: é orgânico. A substância de que é feito é a sacarose, cuja molécula é constituída exclusivamente por átomos de carbono, hidrogênio e oxigênio. É um dos dissacarídeos.
  2. Papel. É uma lâmina formada principalmente pela substância orgânica celulose, que provém de fibras vegetais. Na fabricação do papel podem intervir múltiplas substâncias inorgânicas, mas pelo fato de estar formado por celulose, consideramos principalmente matéria orgânica.
  3. Amido. É um composto orgânico formado por duas moléculas distintas de glicose. Os vegetais armazenam sua energia no amido. Podemos encontrá-lo nas farinhas e nos produtos de confeitaria.
  4. Leite. O leite que consumimos habitualmente é um produto animal e, portanto, é uma substância orgânica. É constituída principalmente por lactose, diversos lipídios e caseínas (um tipo de proteína).
  5. Seda de aranha. É uma fibra feita de proteínas. As aranhas usam-nas para caçar insetos, para construir ninhos e proteger os seus ovos e para se transportar pelo ar.
  6. Sabão. É feito de matéria orgânica de origem sintética a partir de uma reação química entre um alcalino (inorgânico) e um lipídio (orgânico).
  7. Azeite de milho. Como todos os azeites, é um tipo de lipídio. Por serem hidrófobos a nível celular, os azeites nunca conseguem se misturar completamente com a água.
  8. Unhas. Embora quando as cortamos não sentimos dor, as unhas são parte da matéria orgânica do nosso corpo. São formadas por células mortas que contêm queratina, que é uma forma de proteína.

Exemplos de matéria inorgânica

  1. Sal. O sal de mesa é uma substância inorgânica formada por sódio e cloro.
  2. Ouro. É um elemento químico puro. É um metal macio e pesado, que foi usado tradicionalmente para criar moedas. Por sua alta resistência à corrosão, é utilizado na indústria e na eletrônica.
  3. Vidro. Embora conheçamos principalmente o vidro fabricado pelo ser humano, também pode ser encontrado na natureza. Por exemplo, a obsidiana. O vidro que vemos nos objetos cotidianos se fabrica a partir de areia de sílica, carbonato de sódio e calcário, fundindo-os a 1500 ºC.
  4. Cloro, lixívia ou água sanitária. O que geralmente conhecemos como cloro, lixívia ou água sanitária, é, na verdade, hipoclorito de sódio, um composto de cloro, sódio e oxigênio.
  5. Água destilada. Na natureza, a água contém uma enorme quantidade de substâncias orgânicas, mesmo a água própria para consumo humano. Mas a substância da água é composta por moléculas que contêm apenas hidrogênio e oxigênio, ou seja, é uma substância inorgânica. Para obter água em estado puro, utiliza-se o processo de destilação que, através da vaporização e condensação sucessiva da água, garante que não há nenhuma substância alheia no resultado final.
  6. Potássio. É um tipo de metal alcalino. É uma das substâncias inorgânicas que precisamos para o bom funcionamento do nosso organismo. Está envolvido na contração muscular, na atividade neuromuscular e no desenvolvimento celular, entre outras funções.
  7. Ferro. É um dos metais mais abundantes na crosta terrestre. É usado pelo ser humano para criar ferramentas e outros tipos de objetos desde a Pré-História. No entanto, é também uma substância que o nosso organismo necessita, embora em proporções tão pequenas que nem sequer são visíveis.

Como citar?

As citações ou referências aos nossos artigos podem ser usadas de forma livre para pesquisas. Para citarnos, sugerimos utilizar as normas da ABNT NBR 14724:

ONDARSE ÁLVAREZ, Dianelys. Matéria orgânica e inorgânica. Enciclopédia de Exemplos, 2024. Disponível em: https://www.ejemplos.co/br/materia-organica-e-inorganica/. Acesso em: 25 maio, 2024.

Sobre o autor

Autor: Dianelys Ondarse Álvarez

Licenciada em Radioquímica (Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Aplicadas. Havana, Cuba). Doutora em Ciência e Tecnologia (Universidad Nacional de Quilmes, Buenos Aires, Argentina).

Traduzido por: Cristina Zambra

Licenciada em Letras: Português e Literaturas da Língua Portuguesa (UNIJUÍ).

Data de publicação: 25 abril, 2024
Última edição: 25 maio, 2024

Esta informação foi útil para você?

Não

    Genial! Obrigado por nos visitar :)