25 Exemplos de
Lipídios

Os lipídios são moléculas orgânicas compostas principalmente por carbono e hidrogênio, e que têm como característica principal ser insolúveis em água, mas solúveis em outros compostos orgânicos como o benzeno e o éter. Por exemplo: fosfolipídios, terpenos, ácidos graxos e esteroides.

Os lipídios são geralmente confundidos com gorduras, mas as gorduras são um tipo de lipídios chamados triglicerídeos.

Os lipídios são parte da dieta de todas as pessoas, em especial, a parte que geralmente vem dada por gorduras, que junto com os carboidratos, representam a maior fonte de energia para o organismo. Por exemplo: manteiga, azeite, cera de abelha.

Qual é a função dos lipídios?

Uma das principais funções dos lipídios em plantas e animais é armazenar energia. A energia de ácidos graxos é de 9 kcal/g, enquanto a energia de hidratos de carbono e proteínas é de 4 kcal/g.

Além disso, os lipídios fazem parte da membrana plasmática das células. Intervêm na sinalização celular, que é o processo pelo qual a célula emprega substâncias que estão na sua superfície para responder a substâncias que estão no exterior.

Os lipídios também têm funções estruturais, ajudam a regular a temperatura corporal e são nutrientes imprescindíveis para o organismo humano.

Classificação dos lipídios

Os lipídios podem ser classificados segundo dois critérios:

Dependendo se têm ou não ácidos graxos em sua estrutura.

  • Lipídios saponificáveis. Apresentam, pelo menos, uma molécula de ácido graxo em sua estrutura. Podem formar sabonetes. Por exemplo: glicolipídios e esfingolipídios.
  • Lipídios insaponificáveis. Não apresentam ácido graxo em sua estrutura. Não podem formar sabonetes. Por exemplo: isoprenoides e esteroides.

Dependendo da quantidade de ácidos graxos presentes em sua estrutura.

  • Monoglicerídeos. Apresentam uma molécula de ácido graxo. Por exemplo: a monolaurina.
  • Diglicerídeos. Apresentam duas moléculas de ácido graxo. Por exemplo: o diacilglicerol.
  • Triglicerídeos. Apresentam três moléculas de ácido graxo. Por exemplo: a trioleína.

Importância dos lipídios na dieta

Segundo a Organização Mundial da Saúde, a dieta de um ser humano deve conter cerca de 30 a 35% de lipídios.

Os lipídios são fundamentais na absorção de vitaminas lipossolúveis, como as vitaminas A, E e K. Além disso, constituem uma fonte de ácidos graxos essenciais, que são imprescindíveis para manter as membranas celulares. Eles também são fonte de esteroides, que desempenham funções no transporte lipídico e são precursores de algumas vitaminas e hormônios.

As gorduras, que são um tipo de lipídio, podem ser saturadas e insaturadas. Gorduras saturadas e gorduras insaturadas trans são prejudiciais para o organismo, porque podem causar doenças cardiovasculares.

Doenças causadas pelo armazenamento de lipídios

Existem várias doenças hereditárias que podem aparecer devido ao armazenamento de lipídios em algumas células e tecidos do corpo.

  • Doença de Gaucher. É causada por uma deficiência na enzima glicocerebrosidase, o que gera acumulação de lipídios no baço, fígado, rins, pulmões, cérebro e medula óssea. Provoca aumento do volume do baço e do fígado. Além disso, produz disfunção hepática e lesões ósseas dolorosas.
  • Doença de Niemann-Pick. É causada por acumulação de gordura nas células do fígado, baço, medula óssea, pulmões e, por vezes, do cérebro, problemas de fala e para engolir, dificuldades de aprendizagem, hipersensibilidade ao toque e perda de tonificação muscular. Além disso, produz opacidades nas córneas.
  • Doença de Fabry. É causada por uma deficiência de alfa-galactosidase A. Gera acúmulo de gordura no sistema nervoso autônomo, que é responsável por controlar funções involuntárias, como a respiração. Afeta principalmente os homens.
  • Doença de Farber. Ocorre por acumulação de gordura nas articulações, tecidos e sistema nervoso central. Desenvolvem-se sintomas neurológicos nas primeiras semanas de vida, que podem ser um excesso do estado de letargia, sonolência e dificuldade em engolir.

Exemplos de lipídios

  1. Colesterol HDL
  2. Cortisona
  3. Colesterol VLDL
  4. Ácido graxo ômega 6
  5. Glicerolipídeos
  6. Glicolipídeos
  7. Fosfolipídios
  8. Acilglicerídeos
  9. Progesterona
  10. Terpenos
  11. Esteroides
  12. Vitamina K
  13. Ácido graxo ômega 3
  14. Prostaglandinas
  15. Trioleína
  16. Colesterol LDL
  17. Estrogênio
  18. Ácido cólico
  19. Vitamina E
  20. Ácido fosfatídico
  21. Eicosanoides
  22. Glicoesfingolipídios
  23. Prostaciclina
  24. Tromboxanos

Alimentos que contêm lipídios

  • Manteiga
  • Azeite de oliva
  • Margarina
  • Soja
  • Azeite de girassol
  • Sementes de canola
  • Milho
  • Manteiga de porco
  • Cera de abelha
  • Nozes

Continue com:

Referências

Como citar?

As citações ou referências aos nossos artigos podem ser usadas de forma livre para pesquisas. Para citarnos, sugerimos utilizar as normas da ABNT NBR 14724:

ONDARSE ÁLVAREZ, Dianelys. Lipídios. Enciclopédia de Exemplos, 2024. Disponível em: https://www.ejemplos.co/br/lipidios/. Acesso em: 26 maio, 2024.

Sobre o autor

Autor: Dianelys Ondarse Álvarez

Licenciada em Radioquímica (Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Aplicadas. Havana, Cuba). Doutora em Ciência e Tecnologia (Universidad Nacional de Quilmes, Buenos Aires, Argentina).

Traduzido por: Cristina Zambra

Licenciada em Letras: Português e Literaturas da Língua Portuguesa (UNIJUÍ).

Data de publicação: 26 abril, 2024
Última edição: 3 maio, 2024

Esta informação foi útil para você?

Não

    Genial! Obrigado por nos visitar :)