60 Exemplos de
Biomoléculas

As biomoléculas são as moléculas que estão presentes em todos os seres vivos. Pode-se dizer então que as biomoléculas compõem todos os seres vivos, independentemente de seu tamanho. Por exemplo: cetoses, colágeno, DNA.

Cada molécula (que compõe uma biomolécula) é formada por átomos de determinados elementos químicos. Os elementos químicos que compõem as biomoléculas são chamados de bioelementos, e são: carbono (C), hidrogênio (H), oxigênio (O), nitrogênio (N), enxofre (S) e fósforo (P). Cada biomolécula é composta de alguns destes bioelementos.

Função das biomoléculas

A principal função das biomoléculas é ser uma parte constituinte de todos os seres vivos. Além disso, as biomoléculas formam a estrutura da célula e realizam atividades relevantes.

Tipos de biomoléculas

As biomoléculas podem ser classificadas em:

  • Biomoléculas inorgânicas. Não possuem uma estrutura baseada em carbono, mas são necessárias para sustentar a vida nos seres vivos. Por exemplo: sais minerais, água (H2O), alguns gases como o gás carbônico (CO2), entre outros.
  • Biomoléculas orgânicas. Sua estrutura se baseia no carbono e em outros bioelementos, embora também possam conter alguns metais, como o ferro (Fe). Podem ser classificadas de acordo com sua composição química ou suas funções específicas nos organismos.

Há vários tipos de biomoléculas orgânicas:

  • Carboidratos ou hidratos de carbono. A célula precisa de carboidratos pois eles são a principal fonte de energia. Os carboidratos são compostos principalmente de 3 bioelementos: carbono, hidrogênio e oxigênio. Estas biomoléculas podem ser simples ou muito complexas, e podem ser classificadas de acordo com o número de unidades moleculares que compõem sua estrutura:
    • Monossacarídeos. Possuem uma única molécula de carboidrato simples. A glicose é um exemplo de monossacarídeo e está presente no sangue dos organismos vivos.
    • Dissacarídeos. A união de dois monossacarídeos formará um dissacarídeo. Por exemplo: o açúcar que usamos todos os dias é composto de sacarose.
    • Polissacarídeos. A união de três ou mais monossacarídeos resultará em uma biomolécula de polissacarídeo. Entre eles estão o amido (encontrado nas batatas) e o glicogênio (encontrado nos corpos dos organismos vivos, principalmente nos músculos e no fígado).
  • Lipídios. Os lipídios formam as membranas celulares e são reservas de energia para o corpo. Às vezes, podem ser vitaminas ou hormônios. São formados por um ácido graxo e um álcool, embora também possam ter outros grupos funcionais em sua estrutura. Apresentam longas cadeias de átomos de carbono e hidrogênio. Podem ser dissolvidos somente em substâncias como álcool, benzeno, clorofórmio ou éter. Portanto, não é possível dissolvê-los em água. Podem ser subdivididos em diferentes grupos, conforme sua função específica:
    • Lipídios com função energética. São encontrados na forma de gordura em animais. É o tecido adiposo característico que muitos organismos vivos têm sob a pele. Este lipídio forma uma camada isolante e protetora contra o frio. Os lipídios também estão presentes nas folhas das plantas, impedindo-as de secar facilmente.
    • Lipídios com função estrutural. São fosfolipídios (contém grupos fosfato, PO43-) e formam a membrana das células.
    • Lipídios com função hormonal. Também são chamados de “esteroides”. Por exemplo: hormônios sexuais humanos.
    • Lipídios com função vitamínica. Estes lipídios estão envolvidos no transporte das vitaminas solúveis em gordura A, D e K.
  • Proteínas. São biomoléculas que desempenham várias funções no organismo. São formadas por aminoácidos, que são biomoléculas mais simples compostas de carbono, oxigênio, hidrogênio e nitrogênio.
    Há 20 tipos de aminoácidos fundamentais. A combinação desses aminoácidos resultará em diferentes proteínas. As proteínas podem ser classificadas segundo sua função:
    • Proteínas estruturais. São as responsáveis pela forma, rigidez e flexibilidade do corpo de todos os seres vivos. Por exemplo: queratina e colágeno.
    • Proteínas hormonais. Regulam algumas das funções do organismo. Por exemplo: a insulina, que tem a função de controlar a entrada de glicose na célula.
    • Proteínas de defesa. Funcionam como a defesa do organismo, ou seja, são responsáveis por atacar e defender o corpo contra microrganismos, bactérias ou vírus. Por exemplo: os glóbulos brancos, especificamente os linfócitos, são células que produzem anticorpos que combatem vírus e bactérias.
    • Proteínas de transporte. São responsáveis pelo transporte de substâncias ou moléculas pelo sangue. Por exemplo: a hemoglobina transporta oxigênio.
    • Proteínas de ação enzimática. Aceleram as reações químicas no corpo, como a assimilação de nutrientes pelos diferentes órgãos do corpo. Por exemplo: a amilase, que quebra a glicose para permitir sua melhor assimilação pelo corpo.
  • Ácidos nucleicos. São polímeros formados por unidades chamadas nucleotídeos (moléculas compostas por uma base nitrogenada, uma pentose e um grupo fosfato). Sua principal função é transmitir informações genéticas de geração em geração. Controlam também o processo de síntese proteica. Há dois tipos de ácidos nucleicos:
    • DNA (ácido desoxirribonucleico).
    • RNA (ácido ribonucleico).

Exemplos de biomoléculas: carboidratos

Monossacarídeos

  1. Aldose
  2. Cetose
  3. Desoxirribose
  4. Frutose
  5. Galactose
  6. Glicose

Dissacarídeos

  1. Celobiose
  2. Isomaltose
  3. Lactose ou açúcar do leite
  4. Maltose ou açúcar de malte
  5. Sacarose ou açúcar de cana e de beterraba

Polissacarídeos

  1. Ácido hialurônico
  2. Agarose
  3. Amido
  4. Amilopectina: amido ramificado
  5. Amilose
  6. Celulose
  7. Dermatan sulfato
  8. Frutano
  9. Glicogênio
  10. Peptidoglicanos
  11. Proteoglicanos
  12. Sulfato de queratano
  13. Quitina
  14. Xilana

Exemplos de alimentos que contém biomoléculas: lipídeos

  1. Abacate (gorduras insaturadas)
  2. Amendoim (gorduras insaturadas)
  3. Carne de porco (gorduras saturadas)
  4. Presunto (gorduras saturadas)
  5. Leite (gorduras saturadas)
  6. Nozes (gorduras insaturadas)
  7. Azeitona (gorduras insaturadas)
  8. Peixe (gorduras poliinsaturadas)
  9. Queijo (gorduras saturadas)
  10. Semente de canola (gorduras insaturadas)
  11. Bacon (gorduras saturadas)

Exemplos de biomoléculas: proteínas

Proteínas estruturais

  1. Colágeno (secretado pelo tecido conjuntivo fibroso)
  2. Glicoproteínas (parte das membranas celulares)
  3. Elastina (parte do tecido conjuntivo elástico)
  4. Queratina (parte das camadas superiores da epiderme)
  5. Histonas (formam a cromatina, que, por sua vez, forma os cromossomos)

Proteínas hormonais

  1. Calcitonina (envolvida na regulação do cálcio e do fósforo)
  2. Glucagon (envolvido na produção de glicose)
  3. Hormônio do crescimento (regula o crescimento do corpo após o nascimento)
  4. Insulina (regula a síntese de carboidratos)
  5. Hormônios tróficos (atuam nas glândulas endócrinas)

Proteínas de defesa

  1. Imunoglobulina G (combate vírus, fungos e bactérias)
  2. Imunoglobulina A (impede que vírus e bactérias entrem no plasma sanguíneo)

Proteínas de transporte

  1. Citocromos (transportam energia)
  2. Hemocianina (transporta oxigênio no organismo de crustáceos, aracnídeos e moluscos)
  3. Hemoglobina (transporta oxigênio em vertebrados e alguns organismos invertebrados)

Proteínas de ação enzimática

  1. Amilases (envolvidas na conversão de amido em glicose)
  2. Lactases (quebram a lactose em galactose e glicose)
  3. Glucose isomerase (converte glicose em frutose)
  4. Celulases (degradam a celulose em açúcares simples)

Exemplos de biomoléculas: ácidos nucleicos

  1. DNA (ácido desoxirribonucleico)
  2. RNA mensageiro (ácido ribonucleico)
  3. RNA ribossômico
  4. RNA artificial
  5. RNA de transferência

Continue com:

Como citar?

Citar la fuente original de donde tomamos información sirve para dar crédito a los autores correspondientes y evitar incurrir en plagio. Además, permite a los lectores acceder a las fuentes originales utilizadas en un texto para verificar o ampliar información en caso de que lo necesiten.

Para citar de manera adecuada, recomendamos hacerlo según las normas APA, que es una forma estandarizada internacionalmente y utilizada por instituciones académicas y de investigación de primer nivel.

As citações ou referências aos nossos artigos podem ser usadas de forma livre para pesquisas. Para citarnos, sugerimos utilizar as normas da ABNT NBR 14724:

ONDARSE ÁLVAREZ, Dianelys. Biomoléculas. Enciclopédia de Exemplos, 2024. Disponível em: https://www.ejemplos.co/br/biomoleculas/. Acesso em: 10 junho, 2024.

Sobre o autor

Autor: Dianelys Ondarse Álvarez

Licenciada em Radioquímica (Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Aplicadas. Havana, Cuba). Doutora em Ciência e Tecnologia (Universidad Nacional de Quilmes, Buenos Aires, Argentina).

Traduzido por: Márcia Killmann

Licenciatura em letras (UNISINOS, Brasil), Doutorado em Letras (Universidad Nacional del Sur).

Data de publicação: 29 maio, 2024
Última edição: 29 maio, 2024

Esta informação foi útil para você?

Não

    Genial! Obrigado por nos visitar :)