20 Exemplos de
Óxidos

Os óxidos são compostos formados por elementos químicos e oxigênio, sejam eles metálicos ou não metálicos. É comum reconhecer como óxido a camada que se forma sobre os diferentes metais em decorrência da oxidação, mas, na realidade, o nome corresponde a uma categoria mais geral, que é a das combinações entre qualquer elemento e o oxigênio. Por exemplo: óxido de potássio, óxido clórico, óxido de lítio.

Quando são combinações entre metais e o oxigênio, são chamados de óxidos básicos, enquanto que se for uma combinação entre um não metal e oxigênio, é um óxido ácido.

Praticamente todos os elementos podem se combinar com o oxigênio para formar um óxido, portanto, há muitas classificações a este respeito. Os óxidos binários são aqueles compostos apenas de oxigênio e outro elemento, enquanto os óxidos mistos são aqueles formados pela combinação de mais de dois elementos químicos e oxigênio.

Óxidos comuns e frequentes na vida cotidiana

  • O dióxido de carbono (CO2). Possui muitos usos comerciais, industriais e médicos: como não é um gás combustível, é usado para apagar fogo, especialmente em locais onde há risco elétrico e a água não pode ser usada. Também funciona como fertilizante do solo e como agente de ventilação em cirurgias.
  • O óxido de nitrogênio (II) ou monóxido de nitrogênio (NO). É um gás incolor presente em alguns mamíferos que, alguns anos depois, constatou-se ter outras funções (por exemplo, tratar a dor ou conservar alimentos). No entanto, afirma-se que tem efeitos muito prejudiciais ao meio ambiente, portanto, muitos alertam sobre os riscos de seu uso generalizado.

Exemplos de óxidos

Os óxidos têm diferentes tipos de nomenclatura, incluindo a Tradicional, a de Stock e a Sistemática. A seguir estão listados alguns exemplos de óxidos metálicos e não metálicos.

Óxido de potássio (K2O)Óxido clórico (Cl2O5)
Óxido de lítio (Li2O)Óxido fosfórico (P2O5)
Óxido de lantano (La2O3)Óxido bismútico (Bi2O5)
Óxido cobaltoso (CoO)Óxido de alumínio (Al2O3)
Óxido bismutoso (Bi2O3)Óxido hipossulfuroso (SO)
Óxido de selênio (SeO)Óxido fosforoso (P2O3)
Óxido perclórico (Cl2O7)Óxido áurico (Au2O3)
Óxido permangânico (Mn2O7)Óxido de berílio (BeO)
Óxido periódico (I2O7)Óxido de césio (Cs2O)
Óxido bromoso (Br2O3)Óxido férrico (Fe2O3)

Como citar?

Citar a fonte original da qual extraímos as informações serve para dar crédito aos respectivos autores e evitar cometer plágio. Além disso, permite que os leitores acessem as fontes originais que foram utilizadas em um texto para verificar ou ampliar as informações, caso necessitem.

Para citar de forma adequada, recomendamos o uso das normas ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), que é uma entidade privada, sem fins lucrativos, usada pelas principais instituições acadêmicas e de pesquisa no Brasil para padronizar as produções técnicas.

As citações ou referências aos nossos artigos podem ser usadas de forma livre para pesquisas. Para citarnos, sugerimos utilizar as normas da ABNT NBR 14724:

ONDARSE ÁLVAREZ, Dianelys. Óxidos. Enciclopédia de Exemplos, 2024. Disponível em: https://www.ejemplos.co/br/oxidos/. Acesso em: 18 julho, 2024.

Sobre o autor

Autor: Dianelys Ondarse Álvarez

Licenciada em Radioquímica (Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Aplicadas. Havana, Cuba). Doutora em Ciência e Tecnologia (Universidad Nacional de Quilmes, Buenos Aires, Argentina).

Traduzido por: Márcia Killmann

Licenciatura em letras (UNISINOS, Brasil), Doutorado em Letras (Universidad Nacional del Sur).

Data de publicação: 20 junho, 2024
Última edição: 20 junho, 2024

Esta informação foi útil para você?

Não

    Genial! Obrigado por nos visitar :)