20 Exemplos de
Óxidos não metálicos

Os óxidos não metálicos são compostos do tipo binário, que se formam a partir da combinação entre um não metal e o oxigênio, este em particular no seu número de oxidação -2. Por exemplo: Anidrido telúrico, Anidrido carbônico, Anidrido sulfúrico.

É normal que sejam também reconhecidos sob o nome de óxidos ácidos ou de anidridos, e que sejam formulados utilizando o símbolo do elemento não metálico junto à valência do oxigênio (2), mais o oxigênio junto à valência do elemento não metálico. Na simplificação matemática é normal que a formulação perca essa forma. Além disso, a ligação entre o oxigênio e o não metal é covalente.

Embora os óxidos não metálicos possam aparecer nos três estados de agregação, é mais comum encontrá-los na forma gasosa porque as suas moléculas tendem a ser muito pequenas e pouco polares. No mesmo sentido, pode se dizer que os óxidos deste tipo têm frequentemente um ponto de ebulição e de fusão bastante baixos.

Quanto às propriedades físicas destes óxidos não metálicos, é possível dizer que têm cores diferentes e que não têm brilho metálico. Os sólidos são geralmente mais quebradiços, alguns são mais duros e outros mais macios. Não são bons condutores do calor e da eletricidade. Além disso, tendem a formar sais de oxoânions quando reagem com óxidos básicos.

Os óxidos não metálicos são frequentemente uma causa fundamental dos problemas ambientais, pois a sua presença na natureza é uma fonte da difusão do efeito estufa e da chuva ácida.

Como quase tudo o que se refere às combinações de átomos para formar compostos químicos, existem três formas de nomeá-los:

  • Nomenclatura tradicional. De acordo com o número de estados de oxidação do elemento não metálico, são definidos o prefixo e o sufixo que completará o nome do não metal que procede à palavra anidrido.
    • Quando o não metal tem apenas um estado de oxidação, é nomeado assim: anidrido/nome do não metal. Por exemplo: óxido de silício (SiO2).
    • Quando o não metal tem dois estados de oxidação, é nomeado assim: anidrido/nome do não metal (com sufixo “oso” para o menor estado de oxidação e “ico” para o maior estado de oxidação). Por exemplo: anidrido fosforoso (P2O3) e anidrido fosfórico (P2O5).
    • Quando o não metal tem três estados de oxidação, é nomeado assim: anidrido/nome do não metal (com prefixo “hipo” e sufixo “oso” para o menor estado de oxidação, com sufixo “oso” para o estado de oxidação seguinte, e com sufixo “ico” para o maior estado de oxidação). Por exemplo: anidrido hiposelenioso (TeO), anidrido selenioso (TeO2) e anidrido selênico (SeO3).
    • Quando o não metal tem quatro estados de oxidação, é nomeado assim: anidrido/nome do não metal (com prefixo “hipo” e sufixo “oso” para o menor estado de oxidação, com sufixo “oso” para o estado de oxidação seguinte, com sufixo “ico” para o estado de oxidação seguinte, com prefixo “per” e sufixo “ico” para o estado de oxidação mais elevado). Por exemplo: anidrido hipocloroso (Cl2O), anidrido cloroso (Cl2O3), anidrido clórico (Cl2O5) e anidrido perclórico (Cl2O7).
  • Nomenclatura de stock. Escreve-se “óxido de” e completa-se com o elemento não metálico seguido do número de oxidação com que atua (em algarismos romanos) entre parênteses. Por exemplo: óxido de fósforo (III) (P2O3).
  • Nomenclatura sistemática. De acordo com o número de átomos do elemento não metálico e de oxigênio, é formado um prefixo para cada elemento (“mono”, “di”, “tri”, “tetra”, “penta”, “hexa” ou “hepta”) que precede o “óxido de” e o “nome do elemento não metálico”. Por exemplo: Heptóxido de dicloro (Cl2O7).

Exemplos de óxidos não metálicos

A lista seguinte inclui 20 óxidos não metálicos, segundo a nomenclatura tradicional:

Anidrido telúrio (TeO2)Anidrido silícico (SiO2)
Anidrido nitroso (N2O3)Anidrido carbônico (CO)
Anidrido nítrico (N2O5)Anidrido carbônico (CO2)
Anidrido mangânico (MnO2)Anidrido hipocloroso (Cl2O)
Anidrido mangânico (MnO3)Anidrido cloroso (Cl2O3)
Anidrido permangânico (Mn2O7)Anidrido clórico (Cl2O5)
Anidrido hipoiodoso (I2O)Anidrido perclórico (Cl2O7)
Anidrido iodoso (I2O3)Anidrido hipossulfuroso (SO)
Anidrido iódico (I2O5)Anidrido sulfuroso (SO2)
Anidrido periódico (I2O7)Anidrido sulfúrico (SO3)

Continue com:

Como citar?

As citações ou referências aos nossos artigos podem ser usadas de forma livre para pesquisas. Para citarnos, sugerimos utilizar as normas da ABNT NBR 14724:

ONDARSE ÁLVAREZ, Dianelys. Óxidos não metálicos. Enciclopédia de Exemplos, 2024. Disponível em: https://www.ejemplos.co/br/oxidos-nao-metalicos/. Acesso em: 26 maio, 2024.

Sobre o autor

Autor: Dianelys Ondarse Álvarez

Licenciada em Radioquímica (Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Aplicadas. Havana, Cuba). Doutora em Ciência e Tecnologia (Universidad Nacional de Quilmes, Buenos Aires, Argentina).

Traduzido por: Cristina Zambra

Licenciada em Letras: Português e Literaturas da Língua Portuguesa (UNIJUÍ).

Data de publicação: 13 maio, 2024
Última edição: 20 maio, 2024

Esta informação foi útil para você?

Não

    Genial! Obrigado por nos visitar :)