30 Exemplos de
Função metalinguística

A função metalinguística é uma das seis funções da linguagem e tem como objetivo explicar algum aspecto da própria língua. Por exemplo: O antônimo de bom é mau.

Esta função é utilizada quando se pretende transmitir algo sobre o código com o qual os interlocutores estão se comunicando. Isto implica usar a linguagem como uma referência ou tema de comunicação, seja oralmente ou por escrito. Por exemplo: O que significa a palavra restituição?

Lembre-se: O código é o sistema de sinais utilizado para transmitir uma mensagem e deve ser comum ao emissor e ao receptor para que a comunicação possa ser estabelecida deforma eficaz. Por exemplo: a língua portuguesa, o código morse, a linguagem dos surdos.

A função metalinguística da linguagem é utilizada, entre outras coisas, para eliminar dúvidas sobre a língua ou explicar questões relacionadas com o seu funcionamento, como quando falamos sobre o significado de uma palavra, do sentido que tem num contexto particular ou das regras de pronúncia. Por exemplo: A palavra procrastinar significa diferir ou adiar.

É também utilizada na tradução literária e na aquisição de uma segunda língua. Além disso, os dicionários, as ortografias, as gramáticas e os livros de linguística usam esta função para comunicar conhecimentos sobre as diferentes línguas. Por exemplo: O verbo ler é transitivo.

Exemplos da função metalinguística

  1. A primeira palavra após um ponto é escrita com maiúscula.
  2. O termo bonito é sinônimo de belo.
  3. Porque é uma preposição.
  4. As palavras oxítonas são aquelas que têm a última sílaba tônica, ou seja, é a pronunciada com mais força.
  5. O que quer dizer “cortar o mal pela raiz”?
  6. A conjugação dos verbos indica a pessoa, o número e o modo.
  7. A palavra banco é polissêmica, pois pode referir-se a um banco para sentar-se e a uma instituição bancária.
  8. A letra h é muda, pois não se pronuncia ao falar.
  9. As palavras que rimam são aquelas que repetem os sons finais desde a última vogal acentuada.
  10. Os nomes próprios de pessoas ou lugares sempre se escrevem com maiúscula, sem importar o lugar que ocupem na oração.
  11. O que significa parrot em inglês?
  12. Os meses do ano são escritos em minúsculo.
  13. A função metalinguística é uma das seis funções da linguagem.
  14. Existem dois tipos de letras: as vogais e as consoantes.
  15. As palavras e as orações podem ter sentidos diferentes para cada pessoa e segundo o contexto no qual tem lugar a comunicação.
  1. A língua italiana tem vários dialetos.
  2. Como se escreve o plural de lápis?
  3. As palavras mal e mau têm duas letras em comum e soam da mesma forma, mas o seu significado é muito diferente.
  4. O modo verbal imperativo é usado para dar ordens ao interlocutor.
  5. O que você quer dizer que eu não estou entendendo?
  6. A palavra otorrinolaringologia tem 20 letras.
  7. A letra u, segundo o novo acordo ortográfico, não tem mais os dois pontos em cima, o chamado trema.
  8. Os adjetivos são palavras que dão informação sobre os substantivos aos que modificam.
  9. Os afixos são morfemas que modificam o significado original de uma palavra, e podem ser prefixos (se colocados na frente) ou sufixos (se localizados depois).
  10. Como se soletra a palavra transformação?
  11. A palavra “fio deriva do termo “Filum, proveniente do latim.
  12. Os antônimos são palavras cujos significados se opõem entre si, por exemplo: bonito e feio, alto e baixo.
  13. As orações exclamativas têm uma entoação particular, são escritas com ponto de exclamação e usadas para expressar certos estados de espírito.
  14. O duplo r (como em carro) tem uma pronúncia forte, é como se estivéssemos arrastando a língua.
  15. As frases podem ter uma ou várias palavras.

Outras funções da linguagem

As funções da linguagem representam os diferentes propósitos com os quais se utiliza a língua em uma situação comunicativa. Cada uma delas se centra em um de seus elementos.

As funções da linguagem foram teorizadas pelo linguista russo Roman Jakobson (1896-1982) e representam os diferentes propósitos com os quais se usa a linguagem durante a comunicação. Em cada uma delas, prioriza-se um aspecto determinado da situação comunicativa.

Além da função metalinguística, existem outras cinco funções da linguagem:

  • Função apelativa ou conativa. Centra-se no receptor e utiliza-se para incitar ou motivar o interlocutor a realizar uma ação. Por exemplo: Vai fechar a janela, por favor.
  • Função referencial ou denotativa. Centra-se no referencial e no contexto e é utilizado para transmitir informação concreta ligada à realidade objetiva. Por exemplo: A prova é na terça.
  • Função emocional ou expressiva. Centra-se no emissor e é usada para transmitir sentimentos, emoções, estados físicos, sensações, desejos. Por exemplo: Sinto saudade de você!
  • Função poética. Centra-se na mensagem e utiliza-se para provocar um efeito estilístico e estético, posto que se prioriza a maneira em que se diz o que se quer transmitir. Por exemplo: Três tristes tigres comiam trigo em um trigal.
  • Função fática ou de contato. Centra-se no canal e é usada para estabelecer, prolongar ou interromper uma conversa. Também serve para confirmar se o canal é adequado e possibilita o intercâmbio. Por exemplo: Se escuta bem no fundo?

Continue com:

Como citar?

As citações ou referências aos nossos artigos podem ser usadas de forma livre para pesquisas. Para citarnos, sugerimos utilizar as normas da ABNT NBR 14724:

RIBAS, Natalia. Função metalinguística. Enciclopédia de Exemplos, 2023. Disponível em: https://www.ejemplos.co/br/funcao-metalinguistica/. Acesso em: 26 fevereiro, 2024.

Sobre o autor

Autor: Natalia Ribas

Licenciada em Letras (Universidad de Buenos Aires).

Traduzido por: Cristina Zambra

Licenciada em Letras: Português e Literaturas da Língua Portuguesa (UNIJUÍ).

Data de publicação: 29 junho, 2023
Última edição: 4 agosto, 2023

Esta informação foi útil para você?

Não

    Genial! Obrigado por nos visitar :)