Talentos

Um talento é a capacidade natural que uma pessoa tem para realizar uma determinada atividade ou tarefa. Por exemplo: cantar, desenhar ou tocar piano.

Todas as pessoas têm um ou vários talentos, que são habilidades que lhes permitem destacar-se acima de outras pessoas em uma disciplina ou atividade. Estas atividades podem encontrar-se em diversos âmbitos e podem ser esportivas, artísticas, profissionais, de liderança, criativas, de gestão, de vendas, entre outras.

Embora a ideia de “talento” seja geralmente associada à capacidade inata de fazer algo, é importante mencionar a importância de desenvolver o talento através do esforço, da motivação e da constância. Muitas pessoas talentosas passam grande parte de suas vidas ensaiando, aprendendo e se aperfeiçoando para se destacarem em uma disciplina.

Há múltiplos tipos de talentos, tanto no âmbito pessoal como no social do indivíduo, e são frequentemente apreciados desde os primeiros anos de vida da pessoa. Uma vez descoberto, um talento pode ser potencializado ou não utilizado (por falta de interesse ou recursos).

Existem alguns talentos que se desenvolvem em disciplinas populares que atraem grande quantidade de seguidores e que geram um espetáculo, como os espetáculos esportivos ou artísticos. As pessoas que desenvolvem o seu talento nestas áreas fazem dele um trabalho e passam grande parte do tempo aperfeiçoando. Além disso, a palavra talento é amplamente usada no âmbito corporativo para referir-se àqueles empregados que se destacam dentro de uma área ou têm habilidade para executar determinada função.

Talento e habilidade

Existem alguns desacordos sobre a definição de talento porque, enquanto alguns acreditam que traz implícita a ideia de algo inato, outros diferenciam entre talento inato, produto da herança genética e talento adquirido, aquele que não é herdado geneticamente, mas que pode desenvolver-se.

Em muitas oportunidades, o termo habilidade também é usado como sinônimo de talento. E aqui também se distingue entre habilidades inatas e habilidades adquiridas (aquelas capacidades que são trabalhadas e aprendidas, como as habilidades sociais).

Como aumentar o talento?

Todas as pessoas nascem com algum tipo de talento. Em alguns indivíduos esse talento é muito claro e se destaca sobre as capacidades ou habilidades da maioria da população, como é o caso de destacados profissionais do esporte, da matemática ou da música.

Nestas situações, o talento é inato porque faz parte da herança genética que um indivíduo recebe e que lhe permite realizar uma atividade ou desenvolver-se em um campo de forma natural e sem que isso lhe implique maior esforço. Na maioria dos casos, essas pessoas manifestam pequenos sinais de se destacarem em uma disciplina.

No entanto, a presença do talento inato para realizar uma determinada atividade não garante que a pessoa possa sobressair ao realizar essa atividade ou que necessariamente lhe interesse desenvolvê-la. Todo talento implica primeiro reconhecê-lo e depois trabalhar para melhorá-lo e exercitá-lo.

A presença de um talento inato ajudará a pessoa a destacar-se em uma área, mas isso não significa que alguém sem talento inato não possa sobressair em um determinado objetivo. Com trabalho e com esforço talvez possa conseguir e assim desenvolver o que alguns chamam de habilidades ou talentos adquiridos.

Em alguns casos existe o que se conhece como talento oculto ou em potencial, que é aquele talento que está dentro de uma pessoa mas que não é possível reconhecer ou não o coloca em prática por falta de interesse ou oportunidades.

Exemplos de talentos

  1. Talento musical. É o talento que apresenta um indivíduo quando tem desenvolvidas capacidades ou habilidades no âmbito da música. Isto pode ser visto tanto no canto como na prática de um instrumento ou na teoria musical.
  1. Talento esportivo. É o talento que apresenta um indivíduo quando tem destreza ou habilidade para a prática de um determinado esporte. Isto pode ocorrer em esportes ou disciplinas grupais e individuais e pode ser visto de forma amadora ou em atletas de alto rendimento.
  1. Talento criativo. É o talento que um indivíduo apresenta quando tem a capacidade de gerar coisas novas e originais. Esta capacidade é inata em todos os indivíduos, mas algumas pessoas podem ter mais facilidade para executar um pensamento criativo. O talento criativo é observado em todas as áreas de desenvolvimento de um ser humano e pode ser aplicado em qualquer disciplina.
  1. Talento na gestão de liderança. É o talento que um indivíduo tem para administrar um grupo e orientá-lo na perspectiva de um objetivo. Este tipo de talento é muito apreciado pelas organizações porque envolve habilidades de liderança e de trabalho em equipe.
  1. Talento na gestão de situações limite. É o talento que tem o indivíduo que pode pensar e executar ações que lhe permitam superar situações extraordinárias ou difíceis.
  1. Talento organizacional. É o talento que tem um indivíduo para administrar uma organização levando em consideração todos os fatores e recursos que a compõem.
  1. Talento na pintura ou em outras disciplinas artísticas. É o talento que tem um indivíduo para desenvolver-se em disciplinas artísticas, como a pintura, a escultura, a cerâmica, a gravura, entre muitas outras.
  1. Talento na gastronomia. É o talento que um indivíduo tem ao combinar diferentes ingredientes para preparar um prato de comida.
  1. Talento no atendimento ao cliente. É o talento que tem um indivíduo para ouvir as ideias, sugestões ou queixas de uma pessoa e poder dar uma resposta eficaz que resolva ou tire as dúvidas ou consultas.
  1. Talento na área de vendas. É o talento que uma pessoa tem para oferecer um produto e poder destacar suas características ou funcionalidades para poder vendê-lo.
  1. Talento empreendedor. É o talento que um indivíduo tem para planejar e executar ideias e realizar novos projetos que envolvam inovação e avanços.
  1. Talento na gestão de dinheiro. É o talento que um indivíduo tem para gerir uma determinada soma de dinheiro e organizá-la de acordo com o objetivo desejado.
  1. Talento na gestão de investimentos. É o talento que tem um indivíduo de buscar e receber investimentos para realizar um projeto.
  1. Talento em matemática. É o talento que tem um indivíduo para raciocinar de forma matemática e poder resolver cálculos e problemas.
  1. Talento nos idiomas. É o talento que tem um indivíduo para aprender com facilidade um idioma, seja o materno ou um estrangeiro.
  1. Talento para o ensino. É o talento que um indivíduo tem para transmitir conhecimento a um grupo e poder guiá-lo em todo o processo de aprendizagem.
  1. Talento na escrita. É o talento que um indivíduo tem para comunicar mensagens, ideias ou opiniões através da palavra escrita.
  1. Talento na dança. É o talento que tem um indivíduo para mover o corpo seguindo um ritmo musical. Existem diferentes tipos de danças envolvendo diferentes habilidades físicas.
  1. Talento para falar em público. É o talento que um indivíduo tem para transmitir uma mensagem ou ideia oralmente diante de um público.
  1. Talento na comunicação. É o talento que um indivíduo tem para transmitir de forma clara a outro ou outros uma mensagem ou ideia, seja em forma oral ou em forma escrita.
  1. Talento científico. É o talento que tem um indivíduo para pesquisar e desenvolver-se dentro da área das ciências.
  1. Talento na atuação. É o talento que tem um indivíduo para desenvolver-se em disciplinas artísticas como a atuação.

Como citar?

As citações ou referências aos nossos artigos podem ser usadas de forma livre para pesquisas. Para citarnos, sugerimos utilizar as normas da ABNT NBR 14724:

, Equipo editorial, Etecé. Talentos. Enciclopédia de Exemplos, 2023. Disponível em: https://www.ejemplos.co/br/talentos/. Acesso em: 12 abril, 2024.

Sobre o autor

Traduzido por: Cristina Zambra

Licenciada em Letras: Português e Literaturas da Língua Portuguesa (UNIJUÍ).

Data de publicação: 28 setembro, 2023
Última edição: 12 abril, 2024

Esta informação foi útil para você?

Não

    Genial! Obrigado por nos visitar :)