15 Exemplos de
Texto instrutivo

Os textos instrutivos são aqueles que dão ao leitor as indicações para realizar uma ação determinada ou resolver um problema. Por exemplo: um tutorial para montar um móvel.

Estes textos geralmente apresentam passos a seguir e são usados para dar indicações sobre como realizar alguma atividade, geralmente da vida cotidiana. Por exemplo: como operar uma máquina, como manusear uma substância, como limpar uma superfície percutida, como chegar a algum lugar, como jogar algo, como se comportar em determinados lugares ou situações, entre muitas outras situações.

Uma vez que os textos instrutivos devem ser tomados ao pé da letra, são redigidos tão clara e objetivamente quanto possível, a fim de minimizar a margem de erro na interpretação e permitir ao leitor confiar nas instruções recebidas. Por exemplo: as leis de trânsito, um regulamento de conduta.

Para considerar: Em muitos textos instrutivos se apresentam os materiais ou elementos necessários para realizar a ação sobre a que se instrui. Por exemplo: uma receita de cozinha, onde se especifica a lista de ingredientes.

Características dos textos instrutivos

Os textos instrutivos têm geralmente as seguintes características:

  • Utilizam uma linguagem precisa e concreta, pois o texto deve ser claro e fácil de compreender, se privilegia o sentido denotativo das palavras.
  • Costumam usar verbos no infinitivo (abrir, ligar, sair), verbos conjugados no modo imperativo (abra, acenda, saia) ou formas impessoais (se abre, se acende, se sai).
  • Quando utilizam verbos conjugados, as pessoas gramaticais que prevalecem são a segunda, tanto do singular como do plural (conecte, asse, respeitem), e a primeira do plural (conectamos, assamos, respeitamos).
  • Geralmente incorporam conectores de ordem (primeiro, depois, em seguida, por último).
  • Trata-se geralmente de textos objetivos e anônimos, uma vez que o importante não é o autor nem o estilo, mas sim a sua funcionalidade.
  • Têm uma estrutura bem organizada, mas que pode ser muito variável. Podem incluir parágrafos, sub-rubricas, enumerações, listas numeradas, entre outros recursos.
  • Muitas vezes, os textos são acompanhados de desenhos, gráficos e linguagem icônica, com o objetivo de garantir a compreensão da mensagem.
  • Em textos instrutivos que abordam temas complexos, costumam aparecer tecnicismos, ou seja, palavras técnicas próprias de um campo em particular.

Exemplos de textos instrutivos

  1. Manual de instruções de um eletrodoméstico

Liquidificador Philips série 5000

Funcionamento:

1. Colocar o jarro sobre o corpo do aparelho. Virar suavemente à esquerda.

2. Para ligar o aparelho, gire o botão para a velocidade desejada.

3. Para misturar os ingredientes em pausa, gire o botão para a posição “P”.

Fonte: Philips

  1. Receita de cozinha

PAMONHA SALGADA

Ingredientes

  • 5 espigas de milho com a palha
  • 5 tiras de queijo coalho
  • 1 colher (sopa) de sal
  • 100 ml de óleo

1 colher (sopa) de orégano

Modo de preparo

Modo de preparo: 35 min

  • Retire as palhas do milho e reserve
  • Retire os milhos da espiga com a ajuda de uma faca.
  • Em um liquidificador, bata o milho com o óleo e o sal. Bata até ficar um creme homogêneo.
  • Abra a palha limpa e ajeite em formato de concha.
  • Enche-a com o creme e adicione o orégano por cima.
  • Coloque uma tira do queijo coalho dentro de cada recheio.
  • Puxe as bordas para dentro, fechando o recheio dentro da palha.
  • Amarre a palha com um barbante.
  • Ferva as pamonhas por cerca de 30 minutos.
  • Retire o barbante e abra a palha para comer o recheio. 

Fonte: tudogostoso.com.br.

  1. Regulamento de conduta

Normas de conduta

As Nações Unidas esperam que todos os funcionários das operações de paz respeitem as mais elevadas normas de conduta e se comportem sempre de forma profissional e disciplinada.

O nosso quadro de funcionários deve:

  • Respeitar as leis, costumes e práticas locais.
  • Tratar os habitantes do país anfitrião com respeito, cortesia e consideração.
  • Agir com imparcialidade, integridade e tato.

Fonte: Nações Unidas – Manutenção da paz.

  1. Como chegar a um lugar

Santuário de Aparecida: como chegar, circular, hotel, restaurante.

Atualmente, Aparecida é o maior centro de peregrinação religiosa da América Latina e chegou a receber 13 milhões de visitantes em 2017. A maioria passa um único dia na cidade, tempo suficiente para ver a imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, adornada com a coroa de ouro e o manto azul.

Para quem chega de avião, os aeroportos mais próximos de Aparecida são os de São Paulo (Guarulhos e Congonhas) e o de Campinas (Viracopos). Ao desembarcar em qualquer uma das duas cidades, é necessário pegar um ônibus ou alugar um carro para ir até Aparecida, distante cerca de 170 quilômetros do centro da capital paulista. Dirigindo de São Paulo, basta pegar o sistema Ayrton Senna/Carvalho Pinto até o final e, depois, seguir pela Dutra até Aparecida. Para quem vem do Rio de Janeiro, o caminho é todo pela Dutra. Vindo do Nordeste, a melhor opção é seguir pela Rio-Bahia (BR-116/BR-393) até Barra Mansa, entrando a seguir na Dutra.

Como circular em Aparecida

Ao chegar em Aparecida, deixe o carro no gigantesco estacionamento da Basílica de Nossa Senhora da Aparecida. A partir dali, é fácil circular pela cidade a pé.

Onde ficar em Aparecida

Os hotéis se concentram na avenida que contorna a Basílica de Nossa Senhora da Aparecida e são utilizados principalmente pelas excursões de romeiros que chegam de diferentes partes do Brasil. Por isso, a maioria não tem grandes luxos.

Fonte: viagemeturismo.abril.com.br

  1. Instruções de utilização de um protetor solar

Sun Protect – FPS 50

Modo de utilização:

1. Agite o recipiente antes de utilizar.

2. Aplique o creme generosamente em todo o corpo 20 minutos antes de se expor ao sol, evitando o contato com os olhos e a inalação do produto.

3. Aplique novamente o creme da mesma forma com uma frequência de duas horas.

4. Reaplique o creme após nadar, suar abundantemente ou se secar, para que a proteção mantenha a sua eficácia.

  1. Leis de trânsito

CAPÍTULO I
DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

   Art. 1º. O trânsito de qualquer natureza nas vias terrestres do território nacional, abertas à circulação, rege-se por este Código.

   § 1º Considera-se trânsito a utilização das vias por pessoas, veículos e animais, isolados ou em grupos, conduzidos ou não, para fins de circulação, parada, estacionamento e operação de carga ou descarga.

   § 2º O trânsito, em condições seguras, é um direito de todos e dever dos órgãos e entidades componentes do Sistema Nacional de Trânsito, a estes cabendo, no âmbito das respectivas competências, adotar as medidas destinadas a assegurar esse direito.

   § 3º Os órgãos e entidades componentes do Sistema Nacional de Trânsito respondem, no âmbito das respectivas competências, objetivamente, por danos causados aos cidadãos em virtude de ação, omissão ou erro na execução e manutenção de programas, projetos e serviços que garantam o exercício do direito do trânsito seguro.

Fonte: Lei n° 9.503, do Código de Trânsito Brasileiro

  1. Manual de usuário de um sistema informático

Como acessar o autoatendimento do Banco do Brasil

1. Acesse www.bancobrasil.com.br;

2. Digite o número de sua conta e de sua agência;

3. Por último, digite sua senha.

Fonte: Banco do Brasil

  1. Guia de viagem

Tóquio – Roteiros

Primeiro dia

Visita ao Meiji-Jingū, o santuário de Xintoísmo mais característico de Tóquio. Desce pela elegante Omote-sandō, e entra-se no Museu de Ukiyo-e de Ōta.

Depois de almoçar em Maisen, dirige-se até a interseção mais fotografada (e caótica) da cidade, o cruzamento de Shibuya. Segue-se por Shibuya Center-gai até chegar a Tokyu Hands, um dos grandes centros de compras da capital.

Toma-se o trem para Shinjuku com jantar cedo em Omoide-yokochō. Os miradouros do edifício do Governo Metropolitano de Tóquio abrem até às 23h e são gratuitos. Finalmente, pode-se desfrutar de uma bebida em Golden Gai.

Fonte: Lonely Planet.

  1. Instrutivo para a prevenção de catástrofes naturais

GUIA DE EMERGÊNCIA PARA TERREMOTOS

Antes:

Saiba onde procurar refúgio, seja em sua casa ou em seu local de trabalho ou estudo.
Verifique seu plano de emergência familiar periodicamente (a cada 3 meses).
Verifique o seu equipamento de emergência para evacuação periódica (a cada 6 meses).
Segure nas paredes os objetos que possam cair (armários, quadros, objetos de decoração).
Descubra a localização do potencial Centro de Defesa.

Durante:

Procure abrigo sob uma mesa ou sob o marco de uma porta.
Não tente sair de sua casa ou edifício.
Segure-se firmemente em algum objeto fixo.
Fique longe das janelas.
Se estiver fora, não se mova mais que uns passos em busca de um lugar seguro.
Abaixe-se e cubra a cabeça com os braços.
Se estiver em seu carro, estacione no acostamento da rua ou da estrada e permaneça dentro do veículo até que o movimento pare.

Depois:

Esteja preparado para possíveis réplicas e ajude as pessoas ao seu redor.
Ouça rádio ou TV.
Mantenha-se informado. Identifique e informe ao 111 sobre danos e feridos, se houver.
Corte o fornecimento de água, gás e eletricidade.
Comunique a sua situação à sua Embaixada ou consulado mais próximo.

Fonte: Guia de Emergência para catástrofes naturais.

  1. Instruções para jogar um jogo

Jogo da velha

1. Um jogador joga com o círculo ( O ) e outro com os xis ( X );

2. Cada jogador, na sua vez, desenha (ou coloca a peça), numa lacuna que esteja vazia;

3. Quando um jogador conquista o objetivo, costuma-se riscar os três símbolos;

4. Quando há empate costuma-se dizer que o jogo “deu velha”.

Fonte: Wordspress

  1. Instruções para fabricar um elemento

Instruções para fazer uma pipa

Materiais:

  • 1 vara de madeira de 90 cm de comprimento
  • 1 vara de madeira de 60 cm de comprimento
  • 10 metros de fio
  • 1 fita de papel
  • Papel tambor ou polietileno
  • Tesoura, régua e agulha

Instruções:

1. Montar uma cruz com as varas e, em seguida, juntá-las fortemente com um fio pelo centro.

2. Atar o fio a um dos eixos da cruz, afastando-se um pouco.

3. Pegar um pedaço de fio e amarrá-lo ao outro braço, deixando a mesma distância em relação ao centro que antes.

4. Atar a outra ponta ao primeiro fio, formando um triângulo isósceles.

5. Recortar um losango de papel, de modo a tapar as varas ao colocá-lo sobre a estrutura.

6. Colocar cola ao longo das varas e colar o papel.

7. Cortar uma tira longa com o papel que sobra para fazer o cordão da pipa.

  1. Manual de instruções para operar uma televisão

Ligar a televisão pela primeira vez

1. Ligue o cabo de alimentação a uma tomada.

2. Pressione o botão de ligar no controle remoto para ligar a televisão. Se for a primeira vez, a tela aparecerá para definir as configurações iniciais do dispositivo.

3. Siga as instruções que estão na tela para personalizar a configuração de acordo com as suas preferências:

a. Selecione o idioma do menu.

b. Defina o fuso horário em que você está.

c. Configure uma rede de internet para habilitar todas as funções do televisor.

4. Sintonize automaticamente os canais disponíveis.

5. Salve a sua configuração e comece a usar a televisão.

  1. Medidas de segurança para o manuseio de substâncias perigosas

Manuseio de materiais perigosos: 10 regras básicas de segurança

1. Avalie os riscos existentes no local de trabalho.

2. Forneça aos trabalhadores formação e informações adequadas sobre os materiais perigosos no seu local de trabalho.

3. Considere os perigos potenciais e planeje com antecedência.

4. Utilize sempre o equipamento de proteção individual (EPI) adequado.

5. Certifique-se de que todos os materiais perigosos estão devidamente marcados.

6. Mantenha todos os materiais perigosos devidamente armazenados.

7. Utilize apenas materiais perigosos para os fins previstos.

8. Nunca coma ou beba enquanto manuseia materiais perigosos e lave sempre as mãos depois de utilizar, manipular ou transportar produtos químicos perigosos.

9. Os empregados que manuseiam materiais perigosos devem sempre ler os rótulos para saber e compreender com o que estão trabalhando.

10. Comunique qualquer preocupação sobre contêineres danificados ou eventuais fugas ou derrames.

Fonte: CHEMTREC.

  1. Código de convivência

Regras de um condomínio

1. Horários para realização de obras e mudanças

Antes de realizar qualquer obra ou alteração no condomínio, é importante que os moradores verifiquem as regras estabelecidas no Regimento Interno. Normalmente, as obras podem ser realizadas em horário comercial (das 8h às 18h) e, para mudanças, também é permitido que sejam feitas aos sábados até as 14h.

2. Regras para uso das áreas comuns

Quando se trata de reservar um espaço como o salão de festas do condomínio, é natural que surjam dúvidas sobre o processo, horários permitidos, nível de som, capacidade de pessoas e outros aspectos relacionados.

3. Normas para uso das garagens

De acordo com o Código Civil (art. 1.331, §1º), a locação de vagas de garagem no condomínio só é permitida se essa possibilidade estiver prevista na Convenção do Condomínio.

Além disso, é importante verificar o que é permitido estacionar nas vagas, se apenas veículos ou se outros itens, como bicicletas, também são permitidos.

4. Estabelecimento de multas

É crucial estabelecer multas para atraso de pagamentos, condutas inadequadas e violação das normas, pois isso garante o cumprimento das regras e a manutenção da ordem e da segurança no condomínio. As multas devem ser claras e justas, e devem ser aplicadas de forma equitativa para todos os condôminos.

5. Descarte de lixo

Como morador de um condomínio, é fundamental seguir as regras quanto ao descarte de lixo. Isso inclui estar atento aos horários e locais para descarte, bem como separar adequadamente os resíduos recicláveis e orgânicos, a fim de manter a limpeza e a segurança de todos.

6. Diretrizes para recepção de pessoas desconhecidas

É de extrema importância ter cuidado ao recepcionar pessoas desconhecidas, principalmente para garantir a segurança dos moradores. Essa mesma regra vale até para os entregadores, que devem ser instruídos e informados sobre as normas estabelecidas pelo condomínio para manter o ambiente seguro.

7. Uso do elevador de serviço

É altamente recomendável a utilização do elevador de serviço para eventuais compras, entregas ou mudanças, a fim de evitar o uso excessivo dos elevadores comuns e garantir sua durabilidade. Isso também reduzirá os custos de manutenção a longo prazo.

8. Regras para animais de estimação em condomínios

As regras para animais de estimação em condomínios podem variar de acordo com o estabelecido pela Convenção do Condomínio e pelo Regimento Interno. Algumas normas comuns incluem:

  • Proibição de animais soltos desacompanhados nas áreas comuns do condomínio;
  • Obrigatoriedade de uso de coleira e guia quando os animais estiverem nas áreas comuns;
  • Responsabilidade pelo recolhimento das fezes de seus animais caso façam suas necessidades nas áreas externas comuns de seu condomínio, a fim de manter a higiene e limpeza do ambiente.

Fonte: Portal Manager

  1. Instruções para chorar”, de Julio Cortázar

Deixando de lado os motivos, atenhamo-nos à maneira correta de chorar, entendendo por isto um pranto que não entre no escândalo nem que insulte o sorriso com uma paralela e torpe semelhança. O choro médio ou ordinário consiste em uma contração geral do rosto e um som espasmódico acompanhado de lágrimas e mucos, estes últimos no final, pois o pranto se acaba no momento em que se soa energicamente.

Para chorar, dirija a imaginação para si mesmo, e se isto lhe for impossível por ter contraído o hábito de acreditar no mundo exterior, pense em um pato coberto de formigas ou nesses golfos do estreito de Magalhães nos que não entra ninguém, nunca.

Chegando o pranto, cobrirá com decoro o rosto usando ambas as mãos com a palma da mão para dentro. As crianças chorarão com a manga do saco contra a cara, e de preferência num canto do quarto. Duração média do choro, três minutos.

Fonte: Historias de Cronopios y de Famas, Buenos Aires, Alfaguara, 1998.

Continue com:

Como citar?

As citações ou referências aos nossos artigos podem ser usadas de forma livre para pesquisas. Para citarnos, sugerimos utilizar as normas da ABNT NBR 14724:

RIBAS, Natalia. Texto instrutivo. Enciclopédia de Exemplos, 2023. Disponível em: https://www.ejemplos.co/br/texto-instrutivo/. Acesso em: 12 abril, 2024.

Sobre o autor

Autor: Natalia Ribas

Licenciada em Letras (Universidad de Buenos Aires).

Traduzido por: Cristina Zambra

Licenciada em Letras: Português e Literaturas da Língua Portuguesa (UNIJUÍ).

Data de publicação: 29 junho, 2023
Última edição: 4 agosto, 2023

Esta informação foi útil para você?

Não

    Genial! Obrigado por nos visitar :)