100 Exemplos de
Frases com sujeito e predicado

O sujeito e o predicado são as duas estruturas principais de uma oração. Por exemplo:

  • O céu está limpo.
    Sujeito: o céu
    Predicado: está limpo

Atenção: Nem todas as orações têm um sujeito, porém todas têm um predicado que é o único termo imprescindível da oração.

O sujeito

O sujeito é um dos termos essenciais da oração. É o componente da oração que executa a ação, e concorda em número e pessoa com o verbo principal. É geralmente composto de um núcleo (que pode ser um substantivo ou um pronome) e pode ou não ter adjunto adnominal ou complemento nominal que especificam, amplificam ou complementam a informação. Por exemplo:

  • O homem alto venceu a maratona.
    Sujeito: o homem alto
    Núcleo do sujeito: homem
    Adjunto adnominal: o
    Adjunto adnominal: alto
    Predicado: venceu a maratona

Como reconhecer o sujeito?

Para reconhecer o sujeito, você pode perguntar ao verbo “o quê?” ou “quem?” executa a ação. Por exemplo: O navio naufragou durante a tempestade. Quem ou o que naufragou durante a tempestade? O navio. Portanto, “O navio” é o sujeito desta oração.

Também é possível mudar o número do verbo. E assim, a estrutura que será afetada e que deverá adaptar-se para que a oração faça sentido, será o sujeito. Por exemplo: Os navios naufragaram durante a tempestade. Ao modificar o número do verbo “naufragou” do singular para o plural, “naufragaram”, o número do sujeito também teve que mudar, já que existe uma relação de concordância entre os dois núcleos.

O predicado

O predicado é a estrutura que detalha a ação realizada pelo sujeito, é tudo aquilo que se declara sobre ele. Esta declaração ocorre com um verbo conjugado, que em geral vai acompanhado de complementos. Por exemplo:

  • O homem entregou o pacote ao seu destinatário ontem.
    Sujeito: o homem
    Predicado: entregou o pacote ao seu destinatário ontem
    Núcleo do predicado: entregou
    Complemento verbal (objeto direto): o pacote
    Complemento verbal (objeto indireto): ao seu destinatário
    Adjunto adverbial: ontem

Como reconhecer o predicado?

Para reconhecer o predicado, devemos primeiro encontrar o sujeito. Uma vez identificado o sujeito, tudo que resta é o predicado. Por exemplo, na seguinte frase: O time venceu todos os jogos, ao perguntar ao verbo “quem é que venceu todos os jogos”, a resposta é “O time” (sujeito) e assim,o que resta da oração é o predicado: “venceu todos os jogos”.

Para considerar: Embora a ordem natural da oração em português seja primeiro o sujeito e depois o predicado (ordem direta), em alguns casos esta ordem pode ser modificada (ordem indireta). Por exemplo:

  • Ouviram do Ipiranga as margens plácidas de um povo heróico o brado retumbante” (Hino Nacional Brasileiro)
    Sujeito: as margens plácidas do Ipiranga
    Predicado: ouviram o brado retumbante de um povo heróico

Exemplos de frases com sujeito e predicado

Nas frases seguintes, o sujeito será destacado em vermelho e o predicado em azul.

  1. Consegui dormir bem. [Sujeito oculto: Eu]
  2. O trem estava atrasado.
  3. Carlos é uma pessoa muito simpática.
  4. Laura não gostou do baile de ontem.
  5. Adriana e Joaquim vão ao cinema juntos amanhã.
  6. Quero brincar com você. [Sujeito oculto: Eu]
  7. Frida era uma cachorrinha adorável.
  8. Despediram você do trabalho. [Sujeito indeterminado]
  9. Ângela e Tainá são amigas desde criança.
  10. O balanço quebrou no ano passado.
  11. A capacidade de adaptação é uma grande virtude.
  12. Carla e Benício pintaram sua casa.
  13. Vamos de férias. [Sujeito oculto: Nós]
  14. O carro estragou novamente.
  15. O sorvete de framboesa estava delicioso.
  16. Minha tia Laura gosta muito de viajar.
  17. O avião teve problemas para pousar.
  18. Os cães estavam correndo no campo.
  19. O barco dele levará dois meses para voltar.
  20. Bernardo é uma criança muito inteligente.
  21. O bebê da Cláudia tem um ano de idade.
  22. O parque estava alagado.
  23. O zelador do edifício tinha as chaves.
  24. O presente que recebi de Natal é lindo.
  25. A festa na casa dos vizinhos durou até as primeiras horas da manhã.
  26. Ernesto canta muito bem.
  27. A viagem de negócios foi muito agradável.
  28. Fernando é meu primo.
  29. Os livros são uma fonte inesgotável de conhecimento.
  30. Sou muito alta. [Sujeito oculto: Eu]
  31. Bruna embarcou no trem às 11 horas da manhã.
  32. Felipe está comemorando seu aniversário hoje.
  33. Carina cozinha como os deuses.
  34. A casa de minha mãe ficou muito suja após a festa.
  35. A chuva foi muito forte e contínua.
  36. O professor se mostrou muito bom.
  37. A orquestra sinfônica tocou a noite toda.
  38. João quebrou a perna.
  39. O bolo de chocolate amargo estava delicioso.
  40. Nuvens escuras cobriram todo o céu.
  41. Marcos, Maria e Lucas são amigos há muitos anos.
  42. Os pombos voavam rapidamente.
  43. Meu irmão mais velho adora música clássica.
  44. A praia estava cheia de gente.
  45. Leandro partiu em uma viagem para o sul.
  46. Os animais estão com fome.
  47. Helena ganhou o melhor presente do mundo.
  48. Meus dois primos estão voltando para casa neste Natal.
  49. As crianças foram para a praça.
  50. O presidente e sua esposa viajaram para a França ontem à noite.
  1. Os papéis na mesa estão em desordem.
  2. Mariana é uma criança muito especial.
  3. Minha avó foi ao médico hoje.
  4. O homem bateu à porta com suavidade.
  5. Meu telefone celular estragou novamente.
  6. Jogaram a bola no pátio da vizinha. [Sujeito indeterminado]
  7. Sua mãe o mandou comprar pão.
  8. O cozinheiro preparou o jantar.
  9. Jorge, meu pai, tem quatro irmãos.
  10. Minha prima Vanessa é mais velha do que eu.
  11. O computador está com problemas de funcionamento.
  12. A sobrinha dele é violinista.
  13. Minhas férias foram melhores do que eu esperava.
  14. Subiremos à colina. [Sujeito oculto: nós]
  15. Vamos jantar. [Sujeito oculto: nós]
  16. A tia Joana está vindo nos visitar.
  17. Ramiro e Sofia são namorados.
  18. O cuidado com o meio ambiente é essencial para a sobrevivência da espécie.
  19. Raquel faz aniversário este mês.
  20. Este ano, a biblioteca estará aberta durante todo o verão.
  21. Nossos vizinhos se mudarão no próximo ano.
  22. Esqueceu seus lápis na escola. [Sujeito oculto: Ele/ela]
  23. À tarde, vou ao cinema. [Sujeito oculto: Eu]
  24. Tomás é um jovem muito educado.
  25. Os trilhos do trem se perderam no horizonte.
  26. O sol nasce todas as manhãs.
  27. As aulas terminam no final do ano.
  28. Marcelo e Sandra são primos de segundo grau.
  29. O menino tem medo do escuro.
  30. O adolescente reprovou em várias matérias.
  31. As frutas da época são as mais saborosas.
  32. O avião pousou em outra cidade.
  33. Voltamos da festa de madrugada. [Sujeito oculto: Nós]
  34. Após trinta anos, o restaurante fechará suas portas.
  35. Meu vizinho tem um lindo cão.
  36. O médico prescreverá analgésicos para o paciente.
  37. O ex-jogador de futebol agradeceu à torcida pela homenagem recebida.
  38. Saímos de casa o mais rápido possível. [Sujeito oculto: Nós]
  39. A mesa está posta.
  40. A aula de matemática foi muito chata.
  41. O meu irmão Miguel está doente.
  42. O trânsito o estressava muito.
  43. Eu gosto de chocolate.
  44. O planeta precisa dos nossos cuidados.
  45. A chuva trouxe problemas à cidade.
  46. O arquiteto está fazendo uma viagem.
  47. O fim do caminho pode ser um novo começo.
  48. A televisão não está funcionando.
  49. O padre os declarou marido e mulher.
  50. O fim não justifica os meios.

Tipos de sujeito

O sujeito pode ser determinado ou seja, quando pode ser identificado na oração, explícita ou implicitamente ou indeterminado, quando não é possível ou não queremos determiná-lo.

  • Sujeito determinado simples. Tem um único núcleo. Por exemplo: Minha mãe está doente.
  • Sujeito determinado composto. Tem mais de um núcleo. Por exemplo: Minha mãe e minha irmã estão doentes.
  • Sujeito determinado oculto (elíptico ou desinencial). Não está escrito, mas é deduzido pela desinência. Por exemplo: Iremos ao parque mais tarde. [Sujeito oculto: Nós].
  • Sujeito indeterminado. Este sujeito não está determinado pois não sabemos ou não queremos dizer quem praticou a ação. Esta indeterminação do sujeito pode ocorrer de duas formas:
  • Quando empregamos o verbo na terceira pessoa do plural sem tê-lo mencionado anteriormente. Por exemplo: Denunciaram o vigarista.
  • Quando empregamos o verbo na terceira pessoa do singular acompanhado da partícula “se”, que será o “índice de indeterminação do sujeito”. Ocorre com verbos intransitivos, transitivos indiretos e de ligação. Por exemplo: Precisa-se de vendedores.

Dependendo da voz, o sujeito pode ser:

  • Sujeito agente. Executa a ação. Por exemplo: O presidente assinou o decreto.
  • Sujeito paciente. Recebe a ação do verbo. Por exemplo: O decreto foi assinado pelo presidente.

Tipos de predicado

O predicado pode ser classificado da seguinte maneira:

  • Predicado verbal. É formado por um verbo nocional (que indica ação) que podem ser transitivos ou intransitivos. Seu núcleo é um verbo. Por exemplo: Camila dança muito bem.
  • Predicado nominal. É formado por um verbo de ligação (ser, estar, permanecer, ficar, etc.) e pelo predicativo do sujeito. Seu núcleo é um nome, que pode ser um substantivo, adjetivo ou um pronome. Por exemplo: Camila é feliz.
  • Predicado verbo-nominal (ou misto). Possui dois núcleos: um verbo nocional (transitivo ou intransitivo) e um nome (predicativo). Por exemplo: A professora chegou nervosa.

Referências

  • BECHARA, Evanildo. Moderna Gramática Portuguesa. 37. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2009.
  • LIMA, Rocha. Gramática normativa da língua portuguesa. 49. ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 2011.
  • CIPRO NETO, Pasquale; INFANTE, Ulisses. Gramática da Língua Portuguesa. 3. ed. São Paulo: Scipione, 2010.

Continue com:

Como citar?

Citar la fuente original de donde tomamos información sirve para dar crédito a los autores correspondientes y evitar incurrir en plagio. Además, permite a los lectores acceder a las fuentes originales utilizadas en un texto para verificar o ampliar información en caso de que lo necesiten.

Para citar de manera adecuada, recomendamos hacerlo según las normas APA, que es una forma estandarizada internacionalmente y utilizada por instituciones académicas y de investigación de primer nivel.

As citações ou referências aos nossos artigos podem ser usadas de forma livre para pesquisas. Para citarnos, sugerimos utilizar as normas da ABNT NBR 14724:

KILLMANN, Márcia. Frases com sujeito e predicado. Enciclopédia de Exemplos, 2023. Disponível em: https://www.ejemplos.co/br/frases-com-sujeito-e-predicado/. Acesso em: 7 junho, 2024.

Sobre o autor

Autor: Márcia Killmann

Licenciatura em letras (UNISINOS, Brasil), Doutorado em Letras (Universidad Nacional del Sur).

Revisado por: Cristina Zambra

Licenciada em Letras: Português e Literaturas da Língua Portuguesa (UNIJUÍ).

Data de publicação: 29 junho, 2023
Última edição: 4 agosto, 2023

Esta informação foi útil para você?

Não

    Genial! Obrigado por nos visitar :)