Sólidos, líquidos e gasosos

Quando se pensa em matéria, geralmente se supõe que há três estados nos quais ela pode se formar: sólido, líquido e gasoso. Esses são os três estados mais comuns, chamados de três estados de agregação, embora exista um quarto, chamado de “estado de plasma”, que só pode ocorrer sob temperaturas extremamente altas, deixando os átomos ionizados.

Os três estados de agregação convencionais são os que a química geralmente analisa; algumas substâncias, dependendo da temperatura a que são submetidas, podem se apresentar nas três formas à pressão de 1 atm: o melhor exemplo disso é a água.

Um ponto muito importante sobre os estados de agregação da matéria é que existe a possibilidade de passar de qualquer um dos três estados para qualquer outro.

Mudanças de estado de agregação:

  • Fusão. A matéria é transformada de sólido para líquido por meio de um aumento na temperatura.
  • Solidificação. A temperatura de um líquido é reduzida até que ele se torne sólido.
  • Vaporização. A matéria é transformada de líquida para gasosa por meio de um aumento na temperatura.
  • Condensação. A temperatura de um gás é reduzida até que ele se torne um líquido.
  • Sublimação. A matéria passa de um estado sólido a estado gasoso por meio de um aumento repentino de temperatura e variação de pressão.
  • Sublimação inversa. A temperatura é reduzida bruscamente até que se transforme novamente em um sólido (em nenhum dos casos o sólido se transforma em líquido antes de se transformar em gás).

Sólidos

A matéria sólida é composta de partículas que estão fortemente unidas. As partículas podem se mover, mas em um grau muito pequeno, já que os sólidos não se difundem.

Características dos sólidos

  • Os sólidos são caracterizados pela baixa elasticidade. Uma vez deformados, geralmente não retornam à sua forma original por conta própria.
  • A forma e o volume são constantes, e eles não podem ser comprimidos (seu volume não pode ser reduzido por compressão). Entretanto, certos sólidos tendem a se expandir e contrair; aumentam de volume quando aquecidos e diminuem de volume quando resfriados.
  • A subdivisão usual no que tange aos sólidos é entre os cristalinos (que têm uma estrutura atômica regular) e os amorfos (que são compostos de partículas ordenadas irregularmente).

Exemplos de sólidos

Sal de mesaFerroGrafite
DiamanteAçúcarFeldspato
GeloPlásticos durosGesso
ÂmbarMagnetitaCarvão
EnxofreCaulimSilício
QuartzoMadeiraCalcopirita
PérolasAreia 

Líquidos

Os líquidos são substâncias que também possuem um arranjo próximo ordenado das partículas. Entretanto, as forças de atração entre as partículas de um líquido são mais fracas, de modo que essas partículas se movem e colidem umas com as outras, vibrando e deslizando umas sobre as outras.

Características dos líquidos

  • Os líquidos podem ter uma densidade semelhante à dos sólidos, mas se adaptam e fluem, tendo sempre a forma do recipiente que os contém.
  • A viscosidade é uma característica dos líquidos, mas em um grau diferente, dependendo do caso.
  • Outras propriedades típicas do estado líquido são a tensão superficial (devido às forças de atração em todas as direções entre as partículas que o compõem) e a capilaridade (a facilidade com que os líquidos podem subir por tubos de pequeno diâmetro).

Exemplos de líquidos (estado líquido)

ÁguaÓleo comestívelBenzeno
GlicerinaÓleo de girassolSaliva
AcetonaSucos de frutasClorofórmio
LeiteToluenoPetróleo
FormolCristal líquidoÁlcool etílico
VinagreSolução de ácido fosfóricoMercúrio
Metal fundidoLíquido cefalorraquidiano 

Gasosos

O estado gasoso da matéria é muito diferente dos outros dois. As forças de atração são quase inexistentes, portanto, as partículas estão muito distantes umas das outras.

Características dos gases

Algumas características do estado gasoso são:

  • O movimento das partículas é rápido e descontrolado, e elas se movem mesmo a longas distâncias. Por isso, o gás assume o tamanho e a forma do local que ocupa.
  • A densidade dos diferentes tipos de gases é muito menor do que a dos líquidos e sólidos, e os gases são rapidamente compreensíveis.
  • As leis dos gases (contribuição de Charles e Gay-Lussac) explicaram as propriedades mais importantes dos gases, referentes à relação entre as pressões e as temperaturas dos gases.

Exemplos de estado gasoso (gases)

Dioxigênio Dicloro Criptônio
 Di-hidrogênio Diflúor Gás lacrimogêneo
 Vapor de água Butano Neón
 Dinitrogênio Ozônio Balões de gás
 Argônio Metano Gás sulfídrico
 Hélio Nuvens no céu Amônia

Continue com:

Como citar?

Citar la fuente original de donde tomamos información sirve para dar crédito a los autores correspondientes y evitar incurrir en plagio. Además, permite a los lectores acceder a las fuentes originales utilizadas en un texto para verificar o ampliar información en caso de que lo necesiten.

Para citar de manera adecuada, recomendamos hacerlo según las normas APA, que es una forma estandarizada internacionalmente y utilizada por instituciones académicas y de investigación de primer nivel.

As citações ou referências aos nossos artigos podem ser usadas de forma livre para pesquisas. Para citarnos, sugerimos utilizar as normas da ABNT NBR 14724:

ONDARSE ÁLVAREZ, Dianelys. Sólidos, líquidos e gasosos. Enciclopédia de Exemplos, 2023. Disponível em: https://www.ejemplos.co/br/solidos-liquidos-e-gasosos/. Acesso em: 19 junho, 2024.

Sobre o autor

Autor: Dianelys Ondarse Álvarez

Licenciada em Radioquímica (Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Aplicadas. Havana, Cuba). Doutora em Ciência e Tecnologia (Universidad Nacional de Quilmes, Buenos Aires, Argentina).

Traduzido por: Márcia Killmann

Licenciatura em letras (UNISINOS, Brasil), Doutorado em Letras (Universidad Nacional del Sur).

Data de publicação: 29 junho, 2023
Última edição: 18 junho, 2024

Esta informação foi útil para você?

Não

    Genial! Obrigado por nos visitar :)