20 Exemplos de
Ácidos

Os ácidos formam um importante e amplo grupo de compostos químicos. Em geral, os ácidos são definidos como compostos que podem doar um ou mais cátions de hidrogênio (H+) para outro composto, denominado base. No entanto, os ácidos também são definidos de acordo com várias teorias:

  • Teoria de Arrhenius. Segundo esta teoria, um ácido é definido como uma substância que pode liberar íons H+ quando está em solução. Por exemplo: HCl(ac) e HBr(ac).
ácidos

A limitação desta teoria é que os ácidos são definidos apenas em solução aquosa.

  • Teoria de Brönsted e Lowry. Segundo esta teoria, um ácido também é definido como uma substância que libera um cátion H+, mas o libera a uma base que o aceita. Nesta teoria, os ácidos não precisam ser definidos em solução aquosa e, além disso, os ácidos orgânicos também podem ser explicados. Por exemplo: o ácido acético (CH3COOH).
ácidos
  • Teoria de Lewis. Segundo esta teoria, um ácido é qualquer espécie química, molécula ou íon que recebe um par de elétrons de outra substância. Por exemplo: o cátion H3O+ (H+).
ácidos

Propriedades dos ácidos

Algumas das principais características dos ácidos são as seguintes:

  • Podem se apresentar como líquidos ou gases e, mais raramente, como sólidos.
  • Liberam cátions de hidrogênio e é isso que os leva a produzir soluções com pH abaixo de 7. Os ácidos que podem liberar mais de um próton (usando esse nome para H+) são chamados de polipróticos ou polifuncionais.
  • É possível reconhecê-los por seu sabor azedo característico, por exemplo, nas frutas cítricas, que são ricas em ácido cítrico, ou no vinagre, que é uma solução de ácido acético (ambos ácidos orgânicos).
  • Existem ácidos orgânicos e inorgânicos, sendo que normalmente os mais fortes são os inorgânicos. Muitos ácidos orgânicos têm funções biológicas importantes, como os ácidos nucleicos. Entre os inorgânicos, há um, o ácido clorídrico, que desempenha um papel importante no processo de digestão.
  • São altamente corrosivos.
  • Sua força é determinada pela tendência de perder prótons.

Tipos de ácidos

Os ácidos podem ser:

  • Ácidos fortes. São compostos com grande tendência à dissociação, de forma que nada (ou quase nada) do ácido protonado permanece em solução. Os ácidos fortes costumam ser corrosivos, a tal ponto que podem causar queimaduras na pele. Em geral, são excelentes condutores de eletricidade. Por exemplo:
ácidos
  • Ácidos fracos. São compostos que se dissociam apenas parcialmente, de modo que há um equilíbrio entre a forma dissociada e a não dissociada. Por exemplo:
ácidos

Exemplos de ácidos e seus usos na vida diária

Os ácidos têm uma infinidade de usos, tanto industrialmente quanto em casa. São frequentemente usados como aditivos e conservantes em alimentos, cosméticos e bebidas, como desinfetantes e como catalisadores (aceleradores de reações químicas) na indústria petroquímica ou de papel.

Entre os principais ácidos, destacam-se os seguintes:

  1. Ácido perclórico (HClO4). É um ácido forte e líquido à temperatura ambiente, altamente oxidante e muito usado no setor industrial. É empregado na fabricação de equipamentos elétricos e eletrônicos, em baterias, no refino de metais e na fabricação de fertilizantes e munições. Além disso, é usado em casa como limpador e removedor de ferrugem. Este ácido também está envolvido na produção de perclorato de amônio, que é usado na propulsão de foguetes, em explosivos e em fogos de artifício.
  2. Ácido nítrico (HNO3). É um ácido forte e altamente oxidante, usado na fabricação de certos explosivos, fertilizantes nitrogenados e como reagente de laboratório (dissolve quase todos os metais).
  3. Ácido ascórbico (C6H8O6). Também é chamado de vitamina C e é um nutriente necessário para a saúde humana. O ácido ascórbico é uma substância protetora devido aos seus efeitos antioxidantes que auxiliam o sistema imunológico, combate infecções, protege os tecidos, cura feridas, entre outras funções. Costuma ser encontrado na maioria das frutas e vegetais.
  4. Ácido clorídrico (HCl(ac)). É o único ácido forte que o corpo humano sintetiza, um processo que ocorre no estômago durante a decomposição dos alimentos no processo digestivo. Também é usado industrialmente no processamento de alimentos, na produção de aço e de baterias. O ácido clorídrico é usado como ingrediente em produtos de limpeza, desinfetantes e produtos químicos usados na limpeza de piscinas.
  5. Ácido tartárico (C4H6O6). É um pó branco cristalino usado na preparação de bebidas efervescentes, nos setores de panificação, vinícola e farmacêutico. O cremor de tártaro em algumas receitas é o ácido tartárico.
  6. Ácido fluorídrico (HF(ac)). Um ácido inorgânico altamente corrosivo. Devido à sua capacidade de atacar o vidro, é usado no corte e na gravação de vidro. Além disso, é usado para obter compostos farmacêuticos, como produtos de limpeza e para obter compostos orgânicos fluorados.
  7. Ácido sulfúrico (H2SO4). É um ácido forte que tem muitas aplicações em diversas indústrias e processos de síntese, entre elas se destacam: seu uso na produção de fertilizantes, na indústria petrolífera, na produção de baterias, entre outras.
  8. Ácido trifluoroacético (C2HF3O2). É um bom solvente para muitos compostos orgânicos, por isso é usado principalmente em síntese orgânica.
  9. Ácido fosfórico (H3PO4). É um ácido que está presente em vários refrigerantes, fertilizantes, detergentes, sabões e ração animal.
  10. Ácido acético (CH3COOH). É o principal componente do vinagre e, devido à sua acidez, é um conservante de alimentos amplamente utilizado. Esse ácido também é usado na fabricação de acetato de vinila, como solvente e como componente de produtos de limpeza. Também é usado no processo de revelação fotográfica e como material de contraste na área médica.
  11. Ácido fluoroantimônico (SbHF6). É o superácido mais forte conhecido e é usado para protonar (aceitar prótons) compostos orgânicos.
  12. Ácido crômico (H2CrO4). É um pó vermelho escuro empregado no processo de cromagem. Também é usado para esmaltar cerâmica, colorir e limpar vidro, na fabricação de tintas e na indústria de couro e madeira.
  13. Ácido indolacético (C10H9NO2). É o principal representante das auxinas, fitormônios (hormônios vegetais) que participam do processo de crescimento das plantas. Este processo inclui germinação, crescimento de raízes e frutos, crescimento de folhas, entre outros.
  14. Ácido desoxirribonucleico (ADN). É um ácido nucleico que contém todas as informações genéticas do organismo. O DNA compõe os genes que regem a síntese de inúmeras proteínas.
  15. Ácidos tricarboxílicos. É um grupo de ácidos carboxílicos que possui três grupos carboxílicos (-COOH). O ácido cítrico (C6H8O7) é um tipo de ácido tricarboxílico encontrado em muitas frutas e atua no organismo como antioxidante.
  16. Ácido fórmico (CH2O2). É o mais simples dos ácidos orgânicos e é usado na indústria de couro, na indústria química, na preservação de ração para animais, na indústria avícola e na indústria têxtil.
  17. Ácido glucônico (C6H12O7). É um ácido que possui sais que são empregados em processos de limpeza de objetos de vidro.
  18. Ácido lático (C3H6O3). É um ácido usado como aditivo na indústria alimentícia e para controlar a acidez. Também é usado na indústria de cosméticos, em produtos antienvelhecimento.
  19. Ácido benzoico (C7H6O2). É um ácido com odor característico usado para preservar alimentos que requerem um pH ácido. Também é empregado como componente de pasta de dente, em perfumaria, na indústria do tabaco e para amaciar plásticos.
  20. Ácido málico (C4H6O5). É um ácido orgânico largamente utilizado no setor farmacêutico para produzir laxantes. Além disso, é usado na indústria alimentícia, como aromatizante ou conservante, e na indústria vitivinícola.
  21. Ácido carbônico (H2CO3). É um ácido proveniente do dióxido de carbono e está presente em alimentos e bebidas, como refrigerantes, cervejas e alguns produtos lácteos. Também é encontrado no gelo seco e nos comprimidos efervescentes. O ácido carbônico é usado na indústria química, em câmaras de refrigeração e em sistemas de extinção de incêndios.

Como citar?

As citações ou referências aos nossos artigos podem ser usadas de forma livre para pesquisas. Para citarnos, sugerimos utilizar as normas da ABNT NBR 14724:

ONDARSE ÁLVAREZ, Dianelys. Ácidos. Enciclopédia de Exemplos, 2024. Disponível em: https://www.ejemplos.co/br/acidos/. Acesso em: 26 maio, 2024.

Sobre o autor

Autor: Dianelys Ondarse Álvarez

Licenciada em Radioquímica (Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Aplicadas. Havana, Cuba). Doutora em Ciência e Tecnologia (Universidad Nacional de Quilmes, Buenos Aires, Argentina).

Traduzido por: Márcia Killmann

Licenciatura em letras (UNISINOS, Brasil), Doutorado em Letras (Universidad Nacional del Sur).

Data de publicação: 3 maio, 2024
Última edição: 22 maio, 2024

Esta informação foi útil para você?

Não

    Genial! Obrigado por nos visitar :)