15 Exemplos de
Caridade

A caridade é a virtude de fazer o bem e demonstrar solidariedade com o sofrimento dos outros, sem esperar qualquer tipo de retribuição. Por exemplo: dar esmolas ou ajuda a pessoas necessitadas.

A caridade é um conceito fundamental para a religião cristã. É uma das três virtudes teológicas, ao lado da esperança e da fé. Estas três virtudes representam os hábitos incutidos por Deus na vontade das pessoas. A caridade se destaca entre elas porque é a única que pode manter os membros de uma comunidade unidos, pois implica amor ao próximo.

O termo “caridade” é comumente usado como sinônimo de beneficência. Nestes casos, refere-se à atitude de fazer o bem aos outros. Na linguagem cotidiana, também pode significar amor, compreensão ou generosidade. Por exemplo: ser caridoso é entender o sofrimento dos outros.

O que é um ato de caridade?

Um ato de caridade é uma ação realizada de forma altruísta para ajudar outras pessoas. Surge das necessidades dos outros e é feito voluntariamente. Por exemplo: fazer uma doação de material escolar para uma escola que tem poucos recursos.

A caridade é uma atitude sincera e generosa. Há muitas instituições que se dedicam a organizar campanhas para ajudar pessoas e animais que precisam de assistência, como organizações não governamentais, abrigos ou refeitórios comunitários. A caridade é exercida sem distinção de qualquer tipo, ou seja, independentemente de religião, filiação política ou local de nascimento. É definida como universal porque se baseia no amor de Deus expresso no amor ao próximo.

Diferenças entre caridade e solidariedade

Um ato de caridade é diferente de um ato de solidariedade. A solidariedade implica a colaboração entre as pessoas e a criação de vínculos entre elas. Baseia-se na troca e envolve o trabalho para um bem comum. Na solidariedade, há um sentimento de fraternidade. Por exemplo: ser voluntário em uma organização cultural.

Já a caridade é um ato unilateral em que uma pessoa ajuda outra como forma de assistência e de um lugar diferenciado: quem tem mais ajuda quem tem menos. Por exemplo: dar comida a uma pessoa desconhecida.

Exemplos de caridade

  1. Dar esmola. Compartilhar o dinheiro que se tem com outra pessoa necessitada, independentemente de quem seja, é considerado o maior ato de caridade na sociedade capitalista moderna. Por exemplo: dar dinheiro a uma pessoa em situação de rua.
  2. Dar comida a quem tem fome. Este gesto consiste em alimentar outras pessoas sem esperar pagamento ou retribuição, simplesmente por fazer o bem. Por exemplo: servir comida para uma instituição de caridade.
  3. Doar roupas. Trata-se de doar roupas em bom estado para quem precisa. Por exemplo: levar roupas e calçados para uma igreja.
  4. Ajudar um estranho. A caridade faz com que as pessoas sintam compaixão por um estranho em uma situação de perigo e ofereçam ajuda. Por exemplo: ajudar uma pessoa que passa mal no transporte público.
  5. Ajudar de forma altruísta. A caridade envolve oferecer uma mão amiga a quem precisa, sem esperar nada em troca. Por exemplo: ajudar um idoso a atravessar a rua ou dar um assento a uma mulher grávida.
  6. Servir às outras pessoas. A caridade cristã implica a renúncia ao egoísmo e a disposição de oferecer serviço altruísta aos outros. Por exemplo: ajudar alguém a mover um objeto pesado ou a encontrar um parente perdido.
  7. Ajudar uma instituição de caridade. Uma forma de exercer a caridade é fazer contribuições financeiras ou materiais para uma organização que se dedica a um objetivo social. Por exemplo: doar dinheiro mensalmente para uma ONG que defende os direitos humanos.
  8. Contemplar as outras pessoas. Trata-se de agir de forma responsável, inclusive com estranhos. Implica olhar ao redor e prestar atenção nos outros. Por exemplo: recolher os restos da mesa em um restaurante de fast food depois de comer e deixá-la limpa para a próxima pessoa que a usar.
  9. Visitar os doentes. Consiste em visitar pessoas feridas ou doentes e oferecer cuidados, apoio emocional ou material, mesmo que seja alguém de fora do nosso ambiente familiar ou íntimo. Por exemplo: fazer compras para um vizinho que esteja doente.
  10. Apoiar uma organização ambiental. A caridade também envolve olhar para as necessidades além do que é conhecido ou próximo a nós. Uma maneira de fazer isso é oferecer tempo voluntário para ajudar em tarefas de cuidado ambiental. Por exemplo: plantar árvores ou ajudar a separar o lixo reciclável.
  1. Escutar. Um gesto importante de caridade é oferecer tempo, paciência e conforto àqueles que estão desanimados porque estão passando por uma situação difícil ou triste. Por exemplo: escutar alguém que sofreu uma perda.
  2. Organizar uma campanha de doação de brinquedos. É uma forma de exercer a caridade e envolver outras pessoas. Por exemplo: receber e separar brinquedos em bom estado para crianças que vivem em um centro de proteção.
  3. Educar. Trata-se de dar conhecimento a outras pessoas para que possam usá-lo para melhorar sua qualidade de vida. Por exemplo: ensinar jardinagem em um centro de vizinhança.
  4. Dar bons conselhos. Uma forma de ajudar os outros é dar a melhor orientação possível àqueles que precisam dela, levando em conta seus benefícios imediatos e futuros. Por exemplo: aconselhar um novo colega de aula sobre como organizar sua agenda.
  5. Criar hábitos de doação. Consiste em fazer doações regulares. Por exemplo: doar dinheiro para uma ONG uma vez por mês ou doar roupas a cada três meses.

Continue com:

Referências

  • Abbagnano, N. (Ed.). (2004). Diccionario de filosofía (4° ed.). Fondo de Cultura Económica
  • Cáritas de Monterrey. (2018). Ejemplos de caridad para ayudar a los demás. https://www.caritas.org.mx/

Como citar?

Citar a fonte original da qual extraímos as informações serve para dar crédito aos respectivos autores e evitar cometer plágio. Além disso, permite que os leitores acessem as fontes originais que foram utilizadas em um texto para verificar ou ampliar as informações, caso necessitem.

Para citar de forma adequada, recomendamos o uso das normas ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), que é uma entidade privada, sem fins lucrativos, usada pelas principais instituições acadêmicas e de pesquisa no Brasil para padronizar as produções técnicas.

As citações ou referências aos nossos artigos podem ser usadas de forma livre para pesquisas. Para citarnos, sugerimos utilizar as normas da ABNT NBR 14724:

GÓMEZ, María Inés. Caridade. Enciclopédia de Exemplos, 2024. Disponível em: https://www.ejemplos.co/br/caridade/. Acesso em: 17 julho, 2024.

Sobre o autor

Autor: María Inés Gómez

Psicopedagogia (IES Alicia Moreau de Justo). Arteterapia (CAECE e SEUBE-UBA ).

Traduzido por: Márcia Killmann

Licenciatura em letras (UNISINOS, Brasil), Doutorado em Letras (Universidad Nacional del Sur).

Data de publicação: 18 junho, 2024
Última edição: 18 junho, 2024

Esta informação foi útil para você?

Não

    Genial! Obrigado por nos visitar :)