30 Exemplos de
Prefixos

Os prefixos são elementos gramaticais que se colocam diante de uma palavra ou lexema e modificam algum aspecto do seu significado, na maioria das vezes sem mudar a classe de palavras a que pertencem. Geralmente se originam de palavras gregas e latinas. Por exemplo: descontínuo, imoral, hemisfério.

Além dos prefixos, há outros tipos de afixos chamados sufixos. Estes são adicionados no final das palavras e, geralmente, mudam a sua categoria gramatical. Alguns sufixos podem adicionar certas particularidades de sentido, mas o significado original dos termos nunca varia muito. Por exemplo: o adjetivo amável vem do verbo amar mais o sufixo –vel.

Tanto os prefixos como os sufixos são morfemas (unidades mínimas de significado), por isso carecem de autonomia, ou seja, não são utilizados sozinhos, mas estão sempre ligados a uma raiz ou a uma palavra. Por exemplo: hipermercado, autocontrole, desinfecção.

Para lembrar: O procedimento de adição de prefixos a uma palavra é denominado prefixação (ou derivação prefixal) e é muito comum em português, uma vez que permite a criação de novos termos de forma simples, ou seja, a formação de palavras derivadas. Por exemplo: a partir do termo sol, podem-se derivar outras palavras como insolar, assolar.

Exemplos de prefixos

Prefixo de origem gregaSignificadoExemplos
a-, an-Afastamento, privação, negação, insuficiência, carênciaanônimo, amoral, ateu, afônico
ana-Inversão, mudança, repetiçãoanalogia, análise, anagrama, anacrônico
anfi-Em redor, em torno, de um e outro lado, duplicidadeanfiteatro, anfíbio, anfibologia
anti-Oposição, ação contráriaantídoto, antipatia, antagonista, antítese
apo-Afastamento, separaçãoapoteose, apóstolo, apocalipse, apologia
arqui-, arce-Superioridade hierárquica, primazia, excessoarquiduque, arquétipo, arcebispo, arquimilionário
cata-Movimento de cima para baixo.cataplasma, catálogo, catarata
di-Duplicidadedissílabo, ditongo, dilema
dia-Movimento através de, afastamentodiálogo, diagonal, diafragma, diagrama
dis-Dificuldade, privaçãodispneia, disenteria, dispepsia, disfasia
ec-, ex-, exo-, ecto-Movimento para foraeclipse, êxodo, ectoderma, exorcismo
en-, em-, e-Posição interior, movimento para dentroencéfalo, embrião, elipse, entusiasmo
endo-Movimento para dentroendovenoso, endocarpo, endosmose
epi-Posição superior, movimento paraepiderme, epílogo, epidemia, epitáfio
eu-Excelência, perfeição, bondadeeufemismo, euforia, eucaristia, eufonia
hemi-Metade, meiohemisfério, hemistíquio, hemiplégico
hiper-Posição superior, excessohipertensão, hipérbole, hipertrofia
hipo-Posição inferior, escassez hipocrisia, hipótese, hipodérmico
meta-Mudança, sucessãometamorfose, metáfora, metacarpo
para-Proximidade, semelhança, intensidadeparalelo, parasita, paradoxo, paradigma
peri-Movimento ou posição em torno deperiferia, peripécia, período, periscópio
pro-Posição em frente, anterioridadeprólogo, prognóstico, profeta, programa
pros-Adjunção, em adição aprosélito, prosódia
proto-Início, começo, anterioridadeproto-história, protótipo, protomártir
poli-Multiplicidadepolissílabo, polissíndeto, politeísmo, polissêmico
sin-, sim-Simultaneidade, companhiasíntese, sinfonia, simpatia, sinopse
tele-Distância, afastamentotelevisão, telepatia, telégrafo

Atenção: Segundo o Novo Acordo Ortográfico, que entrou em vigor em janeiro de 2009, o hífen é utilizado quando o prefixo termina com a mesma letra que começa a segunda palavra ou quando a segunda palavra começa com “h”.

Em todas as outras situações, o prefixo é escrito junto à palavra já existente, sem hífen.

Prefixo de origem latinaSignificadoExemplos
a-, ab-, abs-Afastamento, separaçãoaversão, abuso, abstinência, abstração
a-, ad-Aproximação, movimento para juntoadjunto, advogado, advir, aposto
ante-Anterioridade, procedênciaantebraço, antessala, anteontem, antever
ambi-Duplicidadeambidestro, ambiente, ambiguidade, ambivalente
ben(e)-, bem-Bem, excelência de fato ou açãobenefício, bendito
bis-, bi-Repetição, duas vezesbisneto, bimestral, bisavô, biscoito
circu(m)-Movimento em tornocircunferência, circunscrito, circulação
cis-Posição aquémcisalpino, cisplatino, cisandino
co-, con-, com-Companhia, concomitânciacolégio, cooperativa, condutor
contra-Oposiçãocontrapeso, contrapor, contradizer
de-Movimento de cima para baixo, separação, negaçãodecapitar, decair, depor
de(s)-, di(s)-Negação, ação contrária, separaçãodesventura, discórdia, discussão
e-, es-, ex-Movimento para foraexcêntrico, evasão, exportação, expelir
en-, em-, in-Movimento para dentro, passagem para um estado ou forma, revestimentoimergir, enterrar, embeber, injetar, importar
extra-Posição exterior, excessoextradição, extraordinário, extraviar
i-, in-, im-Sentido contrário, privação, negaçãoilegal, impossível, improdutivo
inter-Posição intermediáriainternacional, interplanetário
intra-Posição interiorintramuscular, intravenoso, intraverbal
intro-Movimento para dentrointroduzir, introvertido, introspectivo
justa-Posição ao ladojustapor, justalinear
ob-, o-Posição em frente, oposiçãoobstruir, ofuscar, ocupar, obstáculo
per-Movimento atravéspercorrer, perplexo, perfurar, perverter
pos-Posterioridadepospor, posterior, pós-graduado
pre-Anterioridadeprefácio, prever, prefixo, preliminar
pro-Movimento para frente.progresso, promover, prosseguir, projeção
re-Repetição, reciprocidaderever, reduzir, rebater, reatar
retro-Movimento para trásretrospectiva, retrocesso, retroagir, retrógrado
so-, sob-, sub-, su-Movimento de baixo para cima, inferioridadesoterrar, sobpor, subestimar
super-, supra-, sobre-Posição superior, excessosupercílio, supérfluo
soto-, sota-Posição inferiorsoto-mestre, sota-voga, soto-pôr
trans-, tras-, tres-, tra-Movimento para além, movimento atravéstransatlântico, tresnoitar, tradição
ultra-Posição além do limite, excessoultrapassar, ultrarromantismo, ultrassom, ultraleve, ultravioleta
vice-, vis-Em lugar device-presidente, visconde, vice-almirante

Para lembrar: Na nossa língua, a maioria dos prefixos têm origem no latim e no grego, e quando eles são adicionados a uma palavra, tendem a alterar o seu significado original, mas nunca mudam a sua acentuação, porque eles são elementos átonos. Por exemplo: antessala, ultramar, extraterrestre.

Quais são as palavras que podem ser escritas com prefixos?

Os prefixos podem modificar diferentes classes de palavras:

  • Verbos. Por exemplo: antepor, interconectar, sobrealimentar.
  • Substantivos. Por exemplo: pressurização, antivírus, supermodelo.
  • Adjetivos. Por exemplo: antiaderente, semiautomático, ultrarrápido.

Orações com palavras com prefixos

  1. O ex-presidente acabou de chegar ao país.
  2. Encontraram um submarino perdido no fundo do mar.
  3. Muitas pessoas não acreditam na existência de vida extraterrestre.
  4. O progresso dessa cidade vai ser muito bom para todos.
  5. É extraordinário o que fizeram nessa casa.
  6. A equipe voltou a ganhar e tornou-se bicampeã mundial.
  7. Ele é um bom advogado criminalista.
  8. A notícia o desanimou bastante.
  9. Tenho muita aversão a comer carne vermelha.
  10. Nós tivemos um grande benefício não indo para a reunião.
  1. É muito estressante viver em um mundo hiperconectado.
  2. Há diferenças irreconciliáveis entre nós.
  3. Houve uma grande discussão na família hoje.
  4. O meu pai ficou perplexo com o que viu.
  5. O período do pós-guerra foi muito difícil para a sociedade.
  6. As folhas começam a reverdecer na primavera.
  7. O vice-ministro renunciou após o escândalo.
  8. A janela ficou entreaberta e a casa esfriou.
  9. A mãe diz que a criança é superdotada.
  10. Sou uma supermodelo

Referências

  • CUNHA, Celso; CINTRA, Lindley. Nova gramática do português contemporâneo. 7. ed. Rio de Janeiro: Lexikon Editora Digital, 2016.
  • DICIO, Dicionário Online de Português. Porto: 7Graus, 2020. Disponível em: Dicio. Acesso em: 19/05/2023.

Continue com:

Como citar?

As citações ou referências aos nossos artigos podem ser usadas de forma livre para pesquisas. Para citarnos, sugerimos utilizar as normas da ABNT NBR 14724:

ZAMBRA, Cristina. Prefixos. Enciclopédia de Exemplos, 2023. Disponível em: https://www.ejemplos.co/br/prefixos/. Acesso em: 26 fevereiro, 2024.

Sobre o autor

Autor: Cristina Zambra

Licenciada em Letras: Português e Literaturas da Língua Portuguesa (UNIJUÍ).

Revisado por: Márcia Killmann

Licenciatura em letras (UNISINOS, Brasil), Doutorado em Letras (Universidad Nacional del Sur).

Data de publicação: 29 junho, 2023
Última edição: 4 agosto, 2023

Esta informação foi útil para você?

Não

    Genial! Obrigado por nos visitar :)