45 Exemplos de
Isolantes

Consideram-se isolantes os materiais que oferecem resistência à condução de energia (térmica ou elétrica), em oposição aos materiais condutores, que são aqueles que conduzem energia facilmente.

Os materiais isolantes são geralmente classificados em dois grupos principais:

  • Isolantes elétricos. São materiais que têm uma capacidade muito baixa de conduzir cargas elétricas. Isso ocorre porque nestes materiais é gerada uma barreira de potencial entre a banda de valência e a banda de condução, o que impede a existência de elétrons livres capazes de conduzir correntes elétricas. A banda de valência é o nível de energia eletrônico mais alto ocupado pelos elétrons; acima dessa banda, há uma banda proibida e, em seguida, há a banda de condução, que é um nível de energia eletrônico ainda mais alto, em que os elétrons podem ser acelerados por um campo elétrico e gerar uma corrente elétrica. Os isolantes elétricos são amplamente utilizados quando se deseja evitar choques em um sistema elétrico, quando se deseja evitar que as pessoas que usam aparelhos elétricos entrem em contato com a corrente elétrica e para evitar curtos-circuitos. Por exemplo: plástico, vidro, borracha.
  • Isolantes térmicos. São materiais que, se submetidos a uma fonte de calor, oferecem resistência significativa antes que ocorra um aumento na temperatura. Isto não significa que os isolantes térmicos não conduzam energia térmica (já que todas as substâncias conduzem calor, pelo menos em pequenas proporções), mas que o fazem em uma medida suficientemente pequena para torná-los úteis no caso de se desejar isolar uma fonte específica de energia térmica. Os isolantes térmicos são amplamente utilizados na indústria metalúrgica, na indústria aeronáutica, na indústria de energia e na construção civil. Por exemplo: algodão, celulose, aerogel.

Exemplos de isolantes elétricos

TeflonMylarMadeira
CerâmicaQuartzoMica
BaqueliteVidroBorracha
PlásticoPorcelanaResinas fenólicas

Exemplos de isolantes térmicos

AerogelNeopreneLã mineral
AlgasEspuma de celuloseLinho
AlgodãoEspuma de poliuretanoPalha
AlumínioEspuma de vidroPellets de madeira
ArliteEspuma elastoméricaPoliestireno expandido
CânhamoFilme de polietilenoPoliestireno extraído
CeluloseLã de madeiraVácuo
Cortiça expandidaLã de vidroVermiculita

O que faz um material ser “isolante” ou “condutor”?

A alta ou baixa condutividade elétrica de um material é determinada pela intensidade com que os elétrons (que são partículas subatômicas com carga elétrica negativa) estão ligados à sua estrutura. Isto significa que, nos materiais condutores, os elétrons precisam de baixas quantidades de energia para se moverem pelo material, enquanto nos isolantes estas quantidades de energia devem ser muito maiores.

Aislantes térmicos en el techo.
  • Materiais isolantes. Há certos materiais que são bons isolantes em geral, como o vidro e o plástico, enquanto outros são bons isolantes somente sob certas condições específicas de temperatura, pressão ou em um determinado estado de agregação. Por exemplo: água pura, ar, quartzo.
  • Materiais semicondutores. Inclusive, existem certos materiais que têm a propriedade de serem bons isolantes quando estão em seu estado cristalino puro, bem como bons condutores quando os átomos do cristal são combinados com outros materiais, razão pela qual são chamados de semicondutores. Os semicondutores são, às vezes, condutores e, às vezes, também isolantes, dependendo das condições de temperatura e pressão às quais o material é submetido. Por exemplo: silício, germânio.
  • Materiais condutores. São materiais que oferecem pouca resistência à passagem de corrente elétrica. Por exemplo: cobre, latão, aço.
  • Materiais supercondutores. Os supercondutores são os materiais que, quando resfriados, deixam de resistir à transmissão de corrente elétrica, o que significa que têm a capacidade de conduzir corrente elétrica sem nenhuma resistência. Por exemplo: estanho, alumínio.

Como citar?

Citar a fonte original da qual extraímos as informações serve para dar crédito aos respectivos autores e evitar cometer plágio. Além disso, permite que os leitores acessem as fontes originais que foram utilizadas em um texto para verificar ou ampliar as informações, caso necessitem.

Para citar de forma adequada, recomendamos o uso das normas ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), que é uma entidade privada, sem fins lucrativos, usada pelas principais instituições acadêmicas e de pesquisa no Brasil para padronizar as produções técnicas.

As citações ou referências aos nossos artigos podem ser usadas de forma livre para pesquisas. Para citarnos, sugerimos utilizar as normas da ABNT NBR 14724:

ONDARSE ÁLVAREZ, Dianelys. Isolantes. Enciclopédia de Exemplos, 2024. Disponível em: https://www.ejemplos.co/br/isolantes/. Acesso em: 18 julho, 2024.

Sobre o autor

Autor: Dianelys Ondarse Álvarez

Licenciada em Radioquímica (Instituto Superior de Ciências e Tecnologias Aplicadas. Havana, Cuba). Doutora em Ciência e Tecnologia (Universidad Nacional de Quilmes, Buenos Aires, Argentina).

Traduzido por: Márcia Killmann

Licenciatura em letras (UNISINOS, Brasil), Doutorado em Letras (Universidad Nacional del Sur).

Data de publicação: 10 junho, 2024
Última edição: 10 junho, 2024

Esta informação foi útil para você?

Não

    Genial! Obrigado por nos visitar :)