100 Exemplos de
Ditongo

Um ditongo é formado quando há o encontro de uma vogal e uma semivogal (ou semivogal e vogal) adjacentes unidas na mesma sílaba. Por exemplo: pai, rei-no,á-gua.

Uma vogal é a base da sílaba, no ditongo é ela que se escuta mais pronunciada. Os fonemas “i” e “u” (orais ou nasais) nem sempre são vogais, podem ser semivogais também. Estas são assilábicas, não constituem sozinhas uma sílaba, por isso estão sempre acompanhadas de uma vogal na mesma sílaba, o que forma o ditongo.

O ditongo é diferente do hiato, pois este segundo ocorre quando há duas vogais adjacentes que pertencem a sílabas diferentes. Por exemplo: a-e-ro-por-to, ba-ú, co-o-pe-rar.

O ditongo também se diferencia do tritongo, que é o fenômeno que ocorre quando se encontram semivogal + vogal + semivogal dentro da mesma sílaba. Por exemplo: sa-guão, U-ru-guai, quais-quer

Atenção: quando a letra “m” segue uma vogal, e se encontra no fim de uma sílaba, este “m”, se for pronunciado como um som vocálico, configura um ditongo. Por exemplo: a-mém, cor-tam, per-dem.

Exemplos de palavras com ditongo

quadroaceitarchapéu
boinasaceitaraumentar
loucofeudalnáufrago
cuidadocemmuito
guaranáfrequenteneurônio
falammóiquando
penteadoquadrasviu
anãopõemaizena
paisLaurasão
enfeitecãocoima
calúniatíbiamoita
toucatouceiraoutro
direitodiárioeducação
feitomarcianolíngua
quartzoaudiênciapão
bemleãotomam
seiquadradorazões
primeirapodemboicotar
caudaequaçãoouvido
conclusãofluidodescuido
frouxopoissenão
porémlingsticavão
maneirasuaveexistiu
padrãotemréu
faixaboicadeira

Tipos de ditongos

Os ditongos podem ser classificados como:

  • Crescente: quando ocorre o encontro de uma vogal + uma semivogal. Por exemplo: guar-dar, am-bí-gua-no, his-tó-ria, Már-cia, tê-nue.
  • Decrescente: quando ocorre o encontro de uma semivogal + uma vogal. Por exemplo: cui-da-do, ven-deu, rou-pa, pei-xe, lei.

  • Nasais: quando a vogal pronunciada na sílaba em que ocorre o ditongo é nasal. Por exemplo: não, ma-mãe, cãi-bra.
  • Orais: quando a vogal pronunciada na sílaba em que ocorre o ditongo é oral. Por exemplo: céu, fu-giu, he-rói.
  • Abertos: quando formados por vogais com timbre mais aberto, mais forte, pronunciado.Por exemplo: dói, a-néis, cha-péu.
  • Fechados: quando formados por vogais com timbre mais fechado, menos pronunciado. Por exemplo: seu, com-prei, bis-coi-to.

Atenção: Denomina-se “instáveis” os encontros vocálicos que cuja pronúncia podem funcionar tanto como ditongo ou como hiato. Por exemplo: gló-ria(ditongo)/gló-ria (hiato).

Exemplos de orações com ditongo

  1. O homem usa um guarda-chuva e uma boina sempre que chove.
  2. Houve muita neve nas ruas.
  3. O jornalista vai em direção à área de conflito.
  4. Cleide está em uma reunião.
  5. Fui ao teatro para ver uma excelente peça.
  6. A reincidência é um fator agravante, de acordo com o que o juiz que julgou o caso explicou.
  7. Eu farei um lindo penteado para meu casamento.
  8. Adorei a protagonista do filme.
  9. A lei foi muito dura com ele.
  10. Meu noivo é muito lindo.
  11. Gostei muito da comédia que fomos ver.
  12. Você pintou sua casa outra vez.
  13. Júlia e Emília são amigas desde pequenas.
  14. Elas gostam de danças de salão.
  15. O flautista foi maravilhoso ontem no concerto.
  16. Guarde suas luvas no armário.
  17. Estamos indo em direção à jaula dos macacos.
  18. Seus alunos são bem comportados dentro e fora da sala de aula.
  19. Deixe seu automóvel na garagem para protegê-lo do mau tempo.
  20. Está ventando muito e entrou muita sujeira na casa
  21. A eleição foi um verdadeiro triunfo para os cidadãos.
  22. A praia está deserta.
  23. O restaurante foi fechado.
  24. A viagem foi um sucesso.
  25. O homem acha que não há mais solução para seus problemas.

Referências

  • CUNHA, Celso; CINTRA, Lindley. Nova gramática do português contemporâneo. 7. ed. Rio de Janeiro: Lexikon Editora Digital, 2016.
  • BECHARA, Evanildo. Moderna Gramática Portuguesa. 37. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2009.
  • LIMA, Rocha. Gramática normativa da língua portuguesa. 49 ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 2011.

Como citar?

As citações ou referências aos nossos artigos podem ser usadas de forma livre para pesquisas. Para citarnos, sugerimos utilizar as normas da ABNT NBR 14724:

KILLMANN, Márcia. Ditongo. Enciclopédia de Exemplos, 2024. Disponível em: https://www.ejemplos.co/br/ditongo/. Acesso em: 25 maio, 2024.

Sobre o autor

Autor: Márcia Killmann

Licenciatura em letras (UNISINOS, Brasil), Doutorado em Letras (Universidad Nacional del Sur).

Data de publicação: 28 abril, 2024
Última edição: 25 maio, 2024

Esta informação foi útil para você?

Não

    Genial! Obrigado por nos visitar :)